Descrição de chapéu The Wall Street Journal tecnologia

Como um grupo no Reddit fez as ações da GameStop dispararem mais de 700%

Cadeia de varejo de videogames se tornou uma das ações favoritas na negociação por opções

Nova York | The Wall Street Journal

As ações de algumas empresas, como a GameStop e a BlackBerry, registraram altas de três dígitos nos Estados Unidos nas últimas semanas. O movimento faz parte de um frenesi alimentado por investidores pessoa física, que surgiu em fóruns na internet como o Reddit. Entenda o que está acontecendo:

Por que a GameStop está em alta?

As ações da GameStop registram alta de mais de 700% em 2021, ante a alta de 2,5% no índice S&P 500. A cadeia de varejo de videogames sediada em Grapevine, Texas, se tornou uma das preferidas dos operadores online que investem em empresas alardeadas no fórum WallStreetBets, do Reddit.

Os investidores tomam por alvo vendas a descoberto, por pessoas que apostam na queda das ações por conta do que veem como desafios operacionais para as empresas.

Venda a descoberto é a venda de um ativo que não está na sua carteira, alugando-o de outra pessoa. Para devolver o papel ao dono, o inquilino deve recomprá-lo no mercado.

Logo do Reddit - Divulgação

O lucro desta operação está na diferença entre o preço de venda e o de compra, ou seja, para haver lucro é preciso que a recompra da ação seja a um preço inferior ao da venda. Geralmente, o investidor faz este tipo de operação quando acredita na queda do papel, ao contrário dos investimentos tradicionais, quando se espera a valorização do ativo.

A cesta do Goldman Sachs Group com 50 ações com os maiores índices de venda a descoberto –ou seja, de apostas de Wall Street em que as ações vão cair– mostrava alta de 25% no ano, até a sexta-feira (22). A disparada nos preços das ações que geram grandes vendas a descoberto, como as da GameStop, levou a fortes perdas para os fundos de hedge (multimercado) que apostam contra essas ações, resultando em uma transação de emergência de US$ 2,75 bilhões para salvar uma dessas empresas.

As ações da GameStop começaram a decolar no dia 11 de janeiro, depois que a companhia fechou um acordo para incluir três novos integrantes em seu conselho, e a alta se acelerou nos dias seguintes. Os ganhos refletem em parte a popularidade, nos últimos meses, do “momentum trading”, a prática de investir em empresas cujos preços de ações estejam em alta pela expectativa de que continuem a subir, e a disparada no ano passado das transações com opções, que permitem que os praticantes realizem grandes apostas com investimentos iniciais relativamente modestos.

Qual o papel das opções nisso?

Opções são contratos que permitem que os investidores comprem ou vendam uma ação a um preço especificado, em uma determinada data ou até que ela chegue. Elas se tornaram cada vez mais populares junto aos pequenos investidores nos últimos anos, porque as corretoras tornaram mais barato e mais fácil realizar transações desse tipo.

O volume de operações de opções estabeleceu um recorde no ano passado, com uma média de pouco menos de 30 milhões de contratos por dia. Este ano, o número está acima dos 40 milhões, de acordo com a Options Clearing Corp., que cuida da compensação desse tipo de transação –uma alta superior a um terço.

Opções são especialmente populares entre os usuários do WallStreetBets, que emergiu como uma fonte de inspiração para os “day traders”, que trocam ideias sobre transações e seguem dicas sobre ações quentes.

Como os investidores da GameStop usam opções?

As opções vêm em dois formatos: opções de compra, que conferem o direito de comprar ações sob os termos especificados, e opções de vendas, que conferem o direito de vendê-las. Opções de compra são especialmente populares com a turma do WallStreetBets, porque comprá-las é uma maneira barata de apostar que uma ação vai subir.

O movimento do mercado na terça-feira (26) serve como exemplo. A GameStop fechou cotada a US$ 147,98 por ação. Naquele momento, opções de compra que permitiam que investidores adquirissem ações da GameStop por US$ 200 até a sexta estavam sendo negociadas por cerca de US$ 19 por ação –uma fração do custo da ação em si.

Loja da GameStop em New York, Estados Unidos - Michael M. Santiago/AFP

Se um investidor adquire uma dessas opções e a GameStop sobe, o preço do contrato de opção também deve subir e o investidor pode vendê-lo e ter lucro rapidamente. Se ele detivesse ações reais da GameStop, se beneficiaria igualmente da alta, mas provavelmente não obteria um retorno tão grande quanto se pode obter com as opções.

Alternativamente, usar opções pode ajudar a reduzir o risco para os investidores. Por exemplo, se você adquirir ações da GameStop, pode proteger sua carteira adquirindo opções de venda que permitem que passe ações da companhia para frente ao preço de, digamos, US$ 100 por ação. Dessa maneira, se a GameStop cair abaixo dos US$ 100, as opções de venda podem ser exercidas, o que ajuda a compensar os prejuízos sofridos com as ações em si.

Por que as ações estão em alta se o movimento acontece nas opções?

Quando um investidor adquire uma opção de compra, alguém precisa vendê-la. Tipicamente, quem o faz é um “market maker” –uma empresa que vende e compra ações, opções ou outros ativos eletronicamente o dia inteiro, como a Citadel Securities ou o Susquehanna International Group.

Os “market makers” não estão no negócio de fazer apostas duradouras nos preços de ações. Assim, quando uma empresa vende uma opção de compra de ações da GameStop, ela em geral faz hedge contra o risco dessa transação por meio de outra separada. É frequente que essa transação consista da compra de ações da GameStop.

No jargão das opções, isso é conhecido como “delta hedging”, e é o motivo para que a compra pesada de opções de compra de uma ação possa resultar em alta de preço da ação que embasa o negócio. Além disso, quando a cotação da ação se aproxima do nível no qual as opções de compra podem ser exercidas –US$ 200, no exemplo acima envolvendo a GameStop–, os “market makers” podem acelerar suas compras da ação de modo a manterem uma posição neutra.

Os volumes de negociação de ações da GameStop explodiram nas últimas duas semanas, de acordo com a Trade Alert, que fornece dados sobre o mercado. Pela maior parte da semana passada, as opções de compra foram negociadas de forma mais ativa que as de venda, um sinal de que os investidores em geral viam a ação com mais otimismo do que pessimismo. Dois executivos de “market makers” do mercado de opções disseram que operações de “delta hedging” desempenharam um papel na recente alta de ações quentes como as da GameStop.

Em casos extremos, isso pode se tornar um mecanismo de reforço automático, com “day traders” adquirindo mais opções de compra e levando os “market makers” a adquirir mais ações, o que eleva o preço da ação e encoraja mais operadores a embarcar na tendência.

“A coisa pode ganhar vida própria”, disse Steve Sosnick, estrategista-chefe da Interactive Brokers.

O que os especialistas estão dizendo?

A escala e ritmo da alta da GameStop, BlackBerry e outras ações este ano pegou Wall Street de surpresa, e ninguém sabe por quanto tempo os avanços continuarão ou que empresas podem se ver enredadas nesse frenesi.

Mas veteranos do setor alertam que a alta de uma ação baseada em aquisição especulativa de opções de compra por pequenos investidores inevitavelmente termina por desabar, por algumas razões. Entre elas: muitas dessas empresas estavam enfrentando dificuldades nos negócios antes que a disparada nos preços de suas ações elevasse fortemente seu valor de mercado. A avaliação de uma empresa e seus fundamentos tendem a estar fortemente correlacionados ao longo do tempo, dizem analistas, e avaliações mais altas muitas vezes podem significar que uma ação fique exposta a quedas repentinas.

Os investidores que adquirem opções de compra no começo de uma alta e saem antes que ela chegue ao seu ponto máximo vão lucrar, e alguns deles vão lucrar muito. Muitos já o fizeram, a julgar por mensagens no Reddit, onde um usuário afirmou já ter ganho US$ 11 milhões com opções de ações da GameStop.

Mas quem compra mais tarde durante o frenesi, quando os preços já estão altos, termina assumindo um nível de risco extraordinário, dizem os operadores. Muitos compradores terminarão detendo opções de compra caras que rapidamente perderão valor e provavelmente expirarão valendo zero.

Enquanto isso, a disparada das ações provavelmente atrairá investidores dotados de muito mais capital ao mercado, para apostar contra eles. Quando o pessoal do daytrading se movimentar para outras ações, o boom que alimentou crescimentos de três dígitos provavelmente se tornará uma contração, advertem operadores e administradores de carteiras.

“Um dia, sempre chega alguém mais forte”, disse Stino Milito, vice-presidente de operações da Dash Financial Technologies, uma corretora de opções. “Os grandalhões chegam dizendo que isso é ridículo, e que uma coisa dessas não pode continuar”.

Tradução de Paulo Migliacci

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.