Nissan quer que veículos elétricos estejam nos principais mercados até 2030

Montadora pretende atingir a neutralidade de carbono até 2050

Tóquio | Reuters

A Nissan disse nesta quarta-feira (27) que todas as suas "ofertas de veículos novos" nos principais mercados devem ser de modelos elétricos até o começo de 2030, como parte dos esforços da montadora para atingir a neutralidade de carbono até 2050.

A empresa, que planeja cobrir os mercados do Japão, China, Estados Unidos e Europa, disse que buscará inovações em baterias, incluindo as em estado sólido, para veículos elétricos (EVs) e que irá desenvolver ainda mais sua tecnologia híbrida e-Power para alcançar maior eficiência energética.

"Estamos determinados a ajudar na criação de uma sociedade neutra em carbono e acelerar o esforço global contra as mudanças climáticas", disse o presidente-executivo da Nissan, Makoto Uchida.

Os planos da Nissan vêm enquanto as montadoras globais estão mudando de veículos a diesel para modelos elétricos e híbridos, conforme o Japão busca eliminar as vendas de novos veículos movidos a gasolina até meados da década de 2030, mudando para EVs, incluindo veículos híbridos e veículos de célula de combustível.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.