Descrição de chapéu The Wall Street Journal

Título de mais rico do mundo opõe Musk a Bezos, seu rival no mundo da tecnologia

Presidente da Tesla passa o da Amazon e se torna o maior bilionário do planeta; e tem planos para Marte

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Nova York | The Wall Street Journal

Elon Musk superou Jeff Bezos, fundador da Amazon, como pessoa mais rica do planeta, impulsionado pela alta meteórica nas ações da Tesla, a montadora de carros elétricos que ele comanda.

O título extraoficial de maior bilionário do planeta opõe dois dos maiores rivais no mundo da tecnologia, em uma competição que abarca das estradas ao espaço sideral.

Musk e Bezos, os dois fundadores de companhias que fabricam foguetes, entraram em confronto quanto a questões como o poder da Amazon sobre a publicação de livros e o interesse de Musk em colonizar o planeta Marte. No ano passado, a Amazon adquiriu uma startup que desenvolve carros autoguiados e pode se tornar concorrente da Tesla.

O patrimônio líquido de Musk subiu para cerca de US$ 181 bilhões no fechamento dos mercados quarta-feira (6), ante cerca de US$ 30 bilhões um ano atrás, de acordo com o Bloomberg Billionaires Index, e ficava US$ 3 bilhões abaixo do patrimônio líquido de Bezos.

Na quinta-feira (7), as ações da Tesla subiram em cerca de 10%, o suficiente para que Musk superasse Bezos no ranking de riqueza. As ações da Amazon subiram de 3%.

Bezos deteve o topo do ranking por mais de três anos. O patrimônio líquido de Musk subiu a US$ 188,5 bilhões (R$ 1,09 trilhão) por volta das 10h15min, superando o de Bezos por US$ 1,5 bilhão (R$ 8,12 bilhão), de acordo com a Bloomberg.

“Que estranho”, tuitou Musk na quinta sobre o marco. “Bem, de volta ao trabalho”.

Estabelecer o patrimônio líquido das pessoas mais ricas do planeta pode ser complicado, em parte porque muitas de suas posses são privativas. A Forbes, que também acompanha os patrimônios dos bilionários, estimava o patrimônio líquido de Musk como alguns bilhões de dólares inferior ao de Bezos até o meio-dia da quinta-feira.

Os dois presidentes-executivos se beneficiaram muito da pandemia, já que as ações de suas empresas subiram fortemente mesmo que a economia mundial tenha sido afetada pela Covid-19. As ações da Amazon mostram alta de mais de 60% nos últimos 12 meses, à medida que as pessoas recorrem ao varejo online e as empresas adotam os serviços de computação em nuvem oferecidos pela companhia.

A riqueza de Musk está vinculada principalmente à Tesla, cuja capitalização de mercado subiu em mais de 700% nos últimos 12 meses, enquanto os investidores injetam dinheiro nos fabricantes de carros elétricos. A companhia se tornou a montadora de automóveis mais valiosa do planeta. Musk, 49, controlava cerca de 20% da Tesla no final de 2019, de acordo com documentos encaminhados às autoridades financeiras.

Os 10 mais ricos segundo a Bloomberg

  1. Elon Musk

    US$ 188,5 bilhões

  2. Jeff Bezos

    US$ 187 bilhões

  3. Bill Gates

    US$ 132,2 bilhões

  4. Bernard Arnault

    US$ 113,8 bilhões

  5. Mark Zuckerberg

    US$ 99,9 bilhões

  6. Zhong Shanshan

    US$ 93,4 bilhões

  7. Warren Buffett

    US$ 87,2 bilhões

  8. Larry Page

    US$ 81,5 bilhões

  9. Sergey Brin

    US$ 78,9 bilhões

  10. Larry Ellison

    US$ 78,6 bilhões

Musk também é presidente-executivo da Space Exploration Technologies Corp., ou SpaceX, que no ano passado se uniu à Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos, a fim de preparar a retomada de voos espaciais tripulados lançados de solo americano, depois de anos de dependência americana de lançamentos estrangeiros.

A Bloomberg avalia sua participação na empresa em US$ 19 bilhões (R$ 102,8 bilhões).

Nesta quinta, ao responder a um tuíte de uma conta intitulada "Mars" (Marte, em inglês), perguntando a Musk quando seria o primeiro encontro entre ambos, ele respondeu: "Playing the long game", expressão que significa algo como "é um projeto de longo prazo". Ou seja, o planeta vermelho está nos planos do bilionário.

O empreendedor nascido na África do Sul não recebe salário da Tesla. E em lugar disso, é remunerado por opções de ações quando a companhia atinge determinados marcos, vinculados a indicadores como o valor de mercado e o faturamento da Tesla. As opções de ações às quais ele ganhou acesso no ano passado estavam avaliadas em mais de US$ 23 bilhões (R$ 124,4 bilhões) na quarta-feira, de acordo com a Equilar, uma empresa que fornece dados sobre governança corporativa.

Musk anunciou no ano passado que se mudou para o Texas, um estado que não aplica imposto de renda ou de ganhos de capital individual em nível estadual. A SpaceX e a Tesla têm atividades no Texas, embora as duas mantenham grande presença na Califórnia.

A Tesla, sediada no Vale do Silício, entregou cerca de meio milhão de veículos em todo o mundo, no ano passado, e deve anunciar seu primeiro exercício anual com lucros, ao divulgar os números sobre o quarto trimestre de 2020, dentro de algumas semanas. A companhia foi incluída no índice S&P 500, em dezembro.

Tradução de Paulo Migliacci

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.