Luiza Trajano lança movimento para vacinar todos os brasileiros até setembro

Batizado de Unidos pela Vacina, projeto é encabeçado pelo grupo Mulheres do Brasil

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A empresária Luiza Helena Trajano, presidente do conselho de administração do Magazine Luiza, lançou nesta segunda-feira (8) um movimento chamado Unidos Pela Vacina, para auxiliar na imunização da população brasileira contra a Covid-19.

“O nosso objetivo é vacinar todos os brasileiros até setembro deste ano”, escreveu a empresária em seu perfil do Instagram.

Trajano explica que o movimento começou com um chamado que ela fez ao Grupo Mulheres do Brasil, fundado por ela e que reúne mais de 75 mil mulheres no país.

“Queremos ajudar a garantir que as vacinas cheguem a qualquer ponto do país, superando todo e qualquer obstáculo. A cada minuto desperdiçado, centenas de vidas são perdidas nessa batalha”, disse a empresária.

Nesta terça-feira (9), porta-vozes do movimento darão uma entrevista à imprensa sobre a mobilização.

“Os setores da sociedade civil estão trabalhando articuladamente para que todos os brasileiros sejam vacinados até setembro deste ano”, diz o comunicado.

O grupo dará detalhes de como o grupo pretende atuar, em diversas instâncias, para ajudar que a vacina chegue a qualquer ponto do país.

Trajano também comemorou a vacinação de sua tia Luiza, de 94 anos. Ela foi a fundadora do Magazine Luiza, que começou como uma loja de departamento em Franca, no interior de São Paulo.

No final de janeiro, empresas privadas brasileiras tentaram negociar com o governo uma autorização para importar 33 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca.

A movimentação, no entanto, foi frustrada após a AstraZeneca negar que venderia para o setor privado e a repercussão negativa na opinião pública.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.