Descrição de chapéu trânsito

Acidente com Tesla mata dois nos EUA; suspeita é de falha no piloto automático

Veículo estava em alta velocidade quando pegou fogo; vítimas tinham 59 e 70 anos

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

UOL

Dois homens morreram depois que um veículo da Tesla bateu em uma árvore na noite de domingo (18) em Woodlands, ao norte de Houston, no Texas (EUA). A sargento Cinthya Umanzor, do condado de Harris, disse à emissora KHOU-TV que "não havia ninguém no banco do motorista".

Segundo as autoridades, o veículo, um Tesla Model S 2019, viajava em alta velocidade, perdeu o controle durante uma curva antes de atingir uma árvore carro elétrico pegou fogo. Depois que os bombeiros contiveram o incêndio, os dois corpos foram encontrados. Um estava no lugar do passageiro e outro no banco de trás. As vítimas não tiveram os nomes divulgados, mas tinham 59 e 70 anos.

Destroços de um veículo da Tesla após acidente no estado do Texas (EUA) - Scott J. Engle - 17.abr.21/Reuters

O episódio retoma o debate sobre a segurança de carros autônomos, que se locomovem sem a necessidade de um motorista ao volante, e ocorre em meio a um crescente crise de credibilidade sobre o Autopilot (piloto automático, em tradução livre) após uma sequência de acidentes.

O empresário Elon Musk, presidente-executivo da Tesla, respondeu na segunda-feira (19) a uma publicação do jornal The Wall Street Journal em uma rede social. De acordo com Musk, o carro acidentado não estava com o piloto automático ligado.

Musk disse, ainda, que o sistema Autopilot requer ruas com demarcações claramente delimitadas, o que segundo ele não caracteriza a via onde ocorreu o acidente.

As autoridades locais ainda investigam se o airbag do passageiro dianteiro disparou e se o sistema de direção Autopilot estava ativado no momento do acidente.

A Tesla recomenda aos condutores que, ainda que usem seu sistema Autopilot, fiquem atentos ao trajeto e prontos para assumir o controle do veículo, se necessário for.

A agência de segurança automotiva dos EUA —National Highway Traffic Safety Administration— investiga 27 acidentes com veículos da empresa de Elon Musk.

A Tesla deve liberar em breve o seu software "direção totalmente autônomo" atualizado. Sobre o lançamento, Musk, disse que está "altamente confiante de que o carro será capaz de dirigir sozinho com confiabilidade superior à humana".

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.