Vento forte derruba estátua da Liberdade de loja da Havan no RS

Segundo Corpo de Bombeiros, não há registros de feridos

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Porto Alegre

O Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul atendeu uma ocorrência às 6h46 desta segunda-feira (24) sobre a queda da réplica de uma Estátua da Liberdade, usada como símbolo das lojas da Havan, em Capão da Canoa, litoral norte do estado.

A assessoria da Havan confirmou que a estátua tem custo aproximado de R$ 1,2 milhão. A rede varejista pertence ao empresário bolsonarista Luciano Hang. Em janeiro de 2020, ele chegou a oferecer R$ 100 mil de recompensa para encontrar o responsável pelo incêndio em uma das estátuas da rede, em São Carlos (SP).

Uma réplica da Estátua da Liberdade, símbolo da loja Havan, caiu em Capão da Canoa, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, nesta segunda-feira (24). (Foto:Beto Rodrigues ) - Beto Rodrigues

Segundo os Bombeiros, foi constatado risco de choque elétrico pelos fios caídos na via pública e o local foi isolado em Capão da Canoa. A queda da estátua causou ainda um foco de incêndio em vegetação na região, que foi controlado.

Imagens registradas por quem passava pelo local mostram que um poste elétrico atravessou a estátua. Não há registros de feridos ou de interrupção do trânsito, de acordo com os Bombeiros.

Folhamercado

Receba as principais notícias de economia no seu email

A unidade da rede no litoral gaúcho foi inaugurada em janeiro deste ano e fica localizada na rodovia Estrada do Mar, segundo o site da Havan.

Por meio de nota, a assessoria da Havan diz que o acidente com a estátua foi causado pela forte ventania na região registrada no início do dia e que a equipe de engenharia da rede varejista estava providenciando os reparos.

A MetSul Meteorologia afirma, em matéria publicada em seu site, que os fortes ventos registrados no Rio Grande do Sul foram causados por um ciclone extratropical, desde domingo (23).

Os ventos alcançaram rajadas com velocidade entre 70 e 80 quilômetros por hora, mas têm tendência de diminuir conforme a tempestade se distancia do continente.

“Bah, eu me apavorei. Estava varrendo quando começou aquele barulho. Começou a quebrar os pés da estátua, pelas costas, e ela caiu de cara no chão. Foi um estrondo e logo começou a pegar fogo”, relatou ao jornal Zero Hora o zelador Iago Fraga, que varria a frente da loja, quando a estátua caiu.

No começo da noite desta segunda, Hang se manifestou em suas redes sociais, comentando sobre a repercussão do acidente e reproduzindo comentários de parlamentares do PT e PSOL, como a deputada federal Maria do Rosário e a deputada estadual Luciana Genro, ambas do RS, e das jornalistas Rachel Sheherazade e Vera Magalhães.

O empresário escreveu: "Hoje eles vibraram com a nossa estátua, da loja em Capão da Canoa (RS), que infelizmente caiu devido a um ciclone que passou pela cidade, deixando estragos e falta de energia. Eles fizeram a festa! Mas vou dizer uma coisa para essa galera: a liberdade pode até cair, mas a gente levanta de novo, coloca ainda mais estátuas pelo Brasil, abre lojas, gera empregos e alegria aos brasileiros. A Liberdade vai continuar de pé, para a alegria da maioria e tristeza de alguns esquerdistas".

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.