Descrição de chapéu mídia jornalismo

Washington Post nomeia primeira mulher para chefiar redação

Jornal de Jeff Bezos contrata Sally Buzbee, hoje na Associated Press, para liderar expansão global do veículo americano

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Um dos três principais jornais dos EUA, o Washington Post anunciou ter escolhido Sally Buzbee, 55, editora-executiva e vice-presidente da agência americana Associated Press, como sua editora-executiva a partir de 1º de junho.

O cargo equivale a editor-chefe. Ela sucede Martin Baron, que comandou o jornal até fevereiro e prepara um livro sobre o jornalismo americano sob o governo de Donald Trump.

Sally Buzbee, nova editora-executiva do Washington Post
Sally Buzbee, nova editora-executiva do Washington Post - Divulgação News Leadership Conference

Segundo o publisher e presidente-executivo do WP, Fred Ryan, "Buzbee tem um histórico excepcional de realizações e uma enorme riqueza de experiência na liderança de uma organização de notícias global", um dos motivos para a escolha.

O WP foi adquirido em 2013 por Jeff Bezos, da gigante de tecnologia Amazon, e vem passando por expansão desde então, inclusive internacional.

Buzbee, que foi correspondente da AP no Egito, deve comandar neste ano a abertura de redações regionais do jornal na Coreia do Sul e no Reino Unido e o estabelecimento de sucursais na Austrália e na Colômbia, alcançando 26 pelo mundo.

A Associated Press anunciou que vai iniciar agora a busca de uma substituta para Buzbee, em processo que pode levar vários meses.

As principais organizações de jornalismo dos EUA vêm passando por ampla troca de comando, com mudanças que haviam sido represadas durante o governo Trump.

Uma semana atrás, o Los Angeles Times anunciou como seu novo editor-executivo Kevin Merida, jornalista negro que vinha sendo avaliado também para chefiar o WP, onde fez carreira.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.