Descrição de chapéu inflação

Secretária do Tesouro dos EUA pede que G7 mantenha apoio fiscal às economias

Janet Yellen afirmou que suporte ainda é necessário para impulsionar recuperação da pandemia

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Reuters

A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, pediu neste sábado (5) que seus companheiros do G7 mantenham o apoio fiscal às suas economias, apesar da inflação “transitória” que, segundo ela, permanecerá elevada durante o resto do ano.

Yellen disse em uma entrevista coletiva após a reunião dos ministros financeiros do G7, em Londres, que o apoio fiscal ainda é necessário para impulsionar a recuperação econômica da pandemia de Covid-19 e para fazer os investimentos necessários para enfrentar mudanças climáticas e desigualdade.

Embora países do G7 tenham produzido respostas fiscais robustas à pandemia, ela disse que “há uma preocupação entre alguns pela sustentabilidade fiscal, e um desejo evidente de começar a retirar acomodações quando as coisas voltarem aos trilhos”, disse Yellen.

A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, concede entrevista após reunião do G7 - Justin Tallis - 5.jun.21/Reuters

“E nós acreditamos que muitos países têm espaço fiscal, e capacidade de colocar em ação, políticas fiscais que continuarão a promover a recuperação e lidar com desafios de longo prazo que todos nós enfrentamos, como mudanças climáticas e crescimento sustentável inclusivo, e pedimos que os países façam isso”, disse ela.

Yellen disse que a inflação permanecerá elevada em 3% na comparação anual até o final de 2021.

"Eu pessoalmente acredito que isso representa fatores transitórios", disse ela, acrescentando que gargalos de produção causaram preços elevados em alguns setores, como veículos motorizados, enquanto outros preços, como passagens aéreas, estão voltando a níveis mais normais.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.