Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
29/07/2010 - 17h57

Empresários esperam ampliar vendas no 2º semestre, diz Abrasca

Publicidade

DA REUTERS

Os empresários estão bastante otimistas com o futuro do Brasil, de acordo uma pesquisa realizada pela Abrasca (Associação Brasileira das Companhias Abertas).

O levantamento aponta que 92% dos entrevistados esperam ampliar suas vendas no segundo semestre, maior patamar da história da pesquisa que é feita há dez anos. No primeiro semestre, 82% dos empresários apostavam na ampliação das vendas.

Na segunda metade de 2010, 72% estimam aumentar investimentos, contra 69,7% no primeiro semestre.

Além disso, 91,6% esperam um crescimento da demanda interna, também maior nível da série.

"Isso é uma demonstração de um otimismo consistente, após um otimismo moderado no primeiro semestre", disse a jornalistas o presidente da Abrasca, Antônio Castro.

"As vendas e os investimentos refletem uma confiança no longo prazo... O uso de recursos próprios mostra também que as empresas estão revertendo seus lucros para reinvestir. É uma demonstração de confiança", avaliou Castro, ao ressaltar que 64% dos entrevistados pretendem investir utilizando recursos próprios.

Ao mesmo tempo, 64% dos empresários esperam uma pressão maior sobre os custos e metade pretende repassar esse impacto para os preços de seus produtos. "Esse é o ônus do bônus econômico. Houve alta nos preços de matérias-primas, o mercado está aquecido, os salários mais altos em alguns setores e há escassez de mão de obra", destacou Castro.

Segundo a pesquisa, a maioria dos empresários ainda está usando a capacidade instalada atual para atender à ampliação da demanda no país. Apenas três das 200 empresas entrevistadas consideram sua capacidade muito pouco ou pouco adequada para suportar a demanda prevista nos próximos 12 meses.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página