Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
27/09/2012 - 05h30

Exército dos EUA desenvolve colete especial para mulheres

Publicidade

DA ASSOCIATED PRESS

Mulheres do Exército dos EUA terão a oportunidade de testar coletes militares mais curtos e desenhados especificamente para o corpo feminino, antes de partirem para o Afeganistão.

Os testes ocorrem com uma divisão feminina em Fort Campbell, no Kentucky.

A divisão havia sugerido pela primeira vez a ideia de uma vestimenta específica em 2009, após soldados mulheres terem reportado dificuldades para se agachar, entrar e sair de espaços apertados --como veículos militares-- e posicionar seus rifles em seus ombros, segundo o major Joe Dillon.

Divulgação/Departamento de Defesa dos EUA
Soldado norte-americana veste protótipo de colete feminino em uma base militar nos EUA
Soldado norte-americana veste protótipo de colete feminino em uma base militar nos EUA

O oficial, que gerenciou a produção das novas roupas, afirma também que o uniforme tradicional contém placas internas que causam incômodo nos quadris e coxas das mulheres, quando se sentam.

"Com um colete muito grande, se elas deixam o rifle no chão, é muito difícil abaixar e pegá-lo de volta, pois as placas internas se voltam para dentro. Com a nova roupa, elas ganham mais mobilidade e se sentem mais seguras", afirmou Dillon.

As mulheres já representam 14% do Exército americano e têm estado mais presentes em situações de combate desde o início das operações no Iraque e no Afeganistão, em 2001.

O uniforme está sendo utilizado por 19 soldados. Elas poderão propor alterações antes que a produção em larga escala tenha início.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Voltar ao topo da página