A caminho do Chile, papa manda saudação à sua Argentina e ao Brasil

Crédito: Alessandro Bianchi/Reuters O papa Francisco conversa com a imprensa dentro do avião que o levou ao Chile nesta segunda
O papa Francisco conversa com a imprensa dentro do avião que o levou ao Chile nesta segunda

DE SÃO PAULO

Ao sobrevoar o território de sua natal Argentina, o papa Francisco mandou nesta segunda-feira (15) uma mensagem ao presidente do país, Mauricio Macri, enviando suas "calorosas predições" a seus conterrâneos. Ele também mandou um recado aos brasileiros.

"Enquanto sobrevoo o espaço aéreo argentino estendo minhas calorosas predições e envio meus melhores desejos de coração a todo o povo da minha pátria, garantindo-lhes minha proximidade e bênçãos", disse o pontífice para seus conterrâneos.

A mensagem à Argentina segue protocolo do Vaticano de enviar declarações a todos os países pelos quais o papa sobrevoa em suas viagens. Embora ele tenha visitado sete países da América Latina desde que foi entronizado, em 2013, ele nunca voltou à sua terra natal.

Assim como costuma fazer, Francisco pediu que os argentinos rezassem por ele. O texto foi enviado enquanto o pontífice seguia para o vizinho Chile, onde ficará três dias antes de viajar ao Peru na próxima quinta (18).

Além da mensagem aos argentinos, o papa enviou também um recado para os outros oito países que sobrevoou, entre eles o Brasil. Todas sempre são endereçadas ao chefe de Estado —no caso brasileiro, o presidente Michel Temer (MDB).

"Enquanto sobrevoo o Brasil em minha visita apostólica ao Chile e ao Peru, eu desejo felicidades a sua excelência [Temer] e a seus conterrâneos, com a garantia de minhas preces para a paz e a prosperidade da nação", diz a mensagem do Vaticano.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.