'Contador de Auschwitz' morre antes de cumprir pena, diz imprensa alemã

Ex-nazista Oskar Gröning foi condenado a 4 anos de prisão por cumplicidade na morte de 300 mil judeus

O ex-nazista Oskar Gröning em audiência no tribunal de Lüneburg, no norte da Alemanha - Tobias Schwarz - 15.jul.2015/Associated Press
Berlim

O alemão Oskar Gröning, conhecido como o "contador de Auschwitz", morreu aos 96 anos, anunciaram nesta segunda-feira (12) vários meios de imprensa alemães, citando seu advogado.

Um porta-voz da promotoria de Hanover, Oliver Eisenhauer, disse ter sido informado sobre a morte de Gröning por seu advogado, embora não tenha podido confirmar oficialmente sua morte.

Gröning foi condenado a quatro anos de prisão em 2015 por cumplicidade na morte de 300 mil judeus.

"A única coisa que temos é uma carta de seu advogado, segundo o qual teria morrido", declarou Eisenhauer, que assegurou "não dispor ainda" de um atestado de óbito, documento que deve ser entregue pela Prefeitura às autoridades judiciais e cuja emissão pode demorar alguns dias.

Segundo a revista alemã Der Spiegel, o ex-membro das SS morreu na última sexta-feira (9) no hospital.

Gröning é um dos últimos nazistas julgados por seus atos durante a Segunda Guerra Mundial, mais de 70 anos depois do fim do conflito.

No final de 2017, a Justiça alemã ordenou sua detenção, depois que o idoso de 96 anos tentou em vão fugir da prisão, apresentando um recurso ao Tribunal Constitucional, alegando seu mau estado de saúde.

Durante seu julgamento, pediu perdão e admitiu uma "falta moral" por seu papel de "contador" do campo de extermínio nazista de Auschwitz. 

AFP
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.