Obama, Trump e May não vão ao casamento do príncipe Harry com Meghan Markle

Família real diz que não haverá lista de líderes políticos convidados à cerimônia

Príncipe Harry e sua noiva Meghan Markle
Meghan Markle e o príncipe Harry observam atletas que se preparam para os Jogos Invictus, em Bath, no Reino Unido - (Associated Press/Frank Augstein)
 
 
Londres

O ex-presidente dos EUA, Barack Obama, o presidente americano Donald Trump e a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, não estão entre os convidados para o casamento do príncipe Harry com a atriz americana Meghan Markle, no próximo dia 19 de maio.

O Palácio de Kensington, entidade que divulga os comunicados de parte da família real britânica, disse que "foi decidido que uma lista oficial de líderes políticos —do Reino Unido e internacionais— não é necessária" para a cerimônia.

Por isso, líderes como May e Trump não foram convidados. A decisão foi tomada por representantes da família real após consulta ao governo do Reino Unido. 

Uma fonte com conhecimento da lista de convidados disse à agência Associated Press que o ex-presidente dos EUA Barack Obama e sua mulher Michelle também não iriam ao casamento. Não está claro se eles foram convidados —existia a expectativa de que eles pudessem ser convidados devido à amizade entre eles e o príncipe Harry.

Muitos líderes políticos foram ao casamento do irmão mais velho de Harry, o príncipe William, com Kate Middleton, em 2011. Mas Harry é o quinto na linha sucessória ao trono e é improvável que venha a ocupá-lo um dia, diferentemente de William.

O casamento de Harry e Meghan será na capela de São Jorge, em Windsor, com cerca de 600 convidados, em uma cerimônia bem menor que a do casamento de William e Kate.

 
Associated Press

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.