Trump discute reforma prisional com Kim Kardashian West

Celebridade busca perdão a mulher presa por tráfico de drogas

kim kardashian em pé ao lado de trump sentado em sua mesa
O presidente dos EUA, Donald Trump, recebe Kim Kardashian West na Casa Branca - Twitter/Reprodução
Associated Press

O presidente dos EUA, Donald Trump, recebeu na quarta-feira (30) a estrela de reality  show  Kim Kardashian West na Casa Branca. 

Kardashian West falou com o presidente em favor de uma mulher que cumpre prisão perpétua por crimes relacionados ao tráfico de drogas.

A estrela quer que Trump perdoe Alice Marie Johnson, 63, que já passou duas décadas atrás das grades e não ter direito a condicional. 

No Twitter, Trump postou foto com a socialite no Salão Oval e disse: "Grande reunião com Kim Kardashian hoje, conversamos sobre reforma prisional e sentenças". 

Kardashian West  chegou à Casa Branca por volta das 16h30 no horário local para um encontro com Jared Kushner, genro e assessor sênior de Trump, que está a cargo da campanha do governo para uma reforma do sistema prisional do país.

Antes, no Twitter, ela disse: "Feliz aniversário, Alice Marie Johnson. Hoje é para você". 

Em uma entrevista no início deste mês, Kardashian West disse que ficou compadecida com a história de Johnson após ver um vídeo nas redes sociais. 

"Penso que ela realmente merece uma segunda chance na vida. Vou fazer o possível para libertá-la." 

Na semana passada, Trump concedeu perdão póstumo ao primeiro campeão peso-pesado negro, Jack Johnson, limpando seu nome mais de 100 depois um julgamento considerado tendencioso. O perdão vinha sendo defendido pelo ator Sylvester Stallone.

Alice Marie Johnson foi condenada em 1996 a oito crimes relacionados a uma operação de tráfico de cocaína envolvendo mais de uma dezena de pessoas, em Memphis. A Suprema Corte rejeitou sua apelação. 

Um de seus advogados diz que um pedido por clemência foi rejeitado pelo ex-presidente Barack Obama. As razões não foram explicadas. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.