Descrição de chapéu Governo Trump

Em cerimônia sem Trump, McCain é homenageado em Washington

Apenas o vice, Mike Pence, foi convidado para a cerimônia no Congresso americano

O caixão do senador John McCain na Rotunda do Congresso americano
O caixão do senador John McCain na Rotunda do Congresso americano - Eric Thayer/Reuters
Washington

O senador republicano John McCain, morto no último fim de semana aos 81 anos, foi homenageado nesta sexta (31) em uma cerimônia realizada no Capitólio dos Estados Unidos, da qual Donald Trump não participou.

McCain é a trigésima primeira pessoa em 166 anos a ser velada com honras de Estado na Rotunda do Congresso americano, conhecida como o "coração" da Casa. O último a receber a homenagem foi o senador democrata pelo Havaí Daniel Inouye, morto em 2012.

A lista de personalidades que já ganharam a homenagem inclui 11 ex-presidentes, como Ronald Reagan e Gerald Ford, e líderes militares.

O caixão, coberto por uma bandeira, chegou à sala sob forte chuva, carregado por um grupo de oito militares.

McCain não queria que Trump, seu adversário dentro do partido, fosse ao funeral, desejo atendido pela família do senador, que não o convidou para a cerimônia. O vice-presidente Mike Pence foi em seu lugar.

"O presidente me pediu para estar aqui, em nome de uma nação agradecida, para prestar honra e respeito a um homem que serviu o seu país ao longo de sua vida", disse Pence.

Em sua carta de despedida, divulgada no início da semana, o senador escreveu que a grandeza dos Estados Unidos é enfraquecida quando se confunde "patriotismo com rivalidades tribais" e pediu que os americanos não se desesperem com as "dificuldades atuais", o que foi interpretado como um recado para Trump.

Mitch McConnell, líder do partido Republicano no Senado, e Paul Ryan, presidente da Câmara dos Representantes, fizeram discursos em homenagem ao senador no Capitólio. A mãe de McCain, Roberta, de 106 anos, também participou do funeral.

A Rotunda fica aberta para visitação pública até as 20h. No início da tarde, centenas de pessoas aguardavam do lado de fora do Capitólio a sua vez para prestar as últimas homenagens ao senador, segundo o jornal The New York Times, entre militares e civis.

A semana de homenagens para McCain se estenderá até domingo. No sábado (1), haverá uma cerimônia na Catedral Nacional de Washington com a presença dos ex-presidentes Barack Obama e George W. Bush.

O enterro será no domingo (2), na Academia Naval de Annapolis, onde se formou em 1958, apenas para amigos e familiares.

Antes disso, na quarta (29) e na quinta (30), foram realizados atos solenes para o senador no Arizona, estado que representou nos anos de Congresso.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.