Embarcações com 400 pessoas são resgatadas pela Espanha

País testemunha um crescimento no número de imigrantes que chegam por mar

Reuters

Cerca de 400 pessoas foram resgatadas no Mediterrâneo neste sábado (4) e domingo (5) ao tentar fazer o cruzamento de Marrocos à Espanha, segundo autoridades do país. 

Imigrantes resgatados do Mediterrâneo desembarcam em um porto em Málaga, na Espanha
Imigrantes resgatados do Mediterrâneo desembarcam em um porto em Málaga, na Espanha - Jon Nazca/Reuters

Elas estavam em nove barcos no Estreito de Gibraltar e em Alborán, os dois principais acessos à ao país ibérico. 

Em junho, a Espanha aceitou receber o barco Aquarius com 629 imigrantes, depois que Itália e Malta se negaram a acolhê-lo, em um episódio que quase causou uma catástrofe humanitária.

Enquanto o número geral de refugiados que tentam entrar na Europa por mar teve seu pico em 2015, a Espanha testemunhou um crescimento nos últimos meses. 

O país ibérico registrou quase 21 mil imigrantes apenas neste ano  —segundo o jornal The Guardian ele chega a 27 mil—  ultrapassando a Itália como destino. 

O governo italiano liderado pela coalizão entre Liga e o Movimento 5 Estrelas tem na agenda uma política de deter o fluxo de entrada no país.

A Itália, que em 2013 viu desembarcar em seu litoral cerca de 700 mil imigrantes, afirma que durante a crise migratória conduziu a situação sem apoio da União Europeia. 
 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.