Por causa do calor, cidades francesas proíbem carros antigos de circular

Regra, que tenta melhorar a qualidade do ar, foi estabelecida em Paris, Estrasburgo e Lyon

Lisboa e São Paulo

Ao menos três cidades francesas, incluindo Paris, estabeleceram novas regras que proíbem carros considerados muito poluentes de circularem, em uma tentativa de melhorar a qualidade do ar durante a onda de calor que atinge o país

Na capital e em Estrasburgo (400 km a leste de Paris, na fronteira com a Alemanha) veículo com mais de 12 anos estão proibidos de circular. Já em Lyon (390 km ao sul da capital) os carros precisam de um adesivo de baixo poluente para poderem andar.

Vista da região nordeste de Paris, que enfrenta uma onda de calor
Vista da região nordeste de Paris, que enfrenta uma onda de calor - Gerard Julien - 6.ago.2018/AFP

As regras foram estabelecidas na segunda (6) e continuam valendo enquanto o clima não mudar. A previsão é que o calor e a pouca umidade sigam pelo menos até quinta (9). 

A medida foi tomada como forma de combater a poluição de ozônio, consequência das altas temperaturas, que é agravada pela emissão de poluentes dos automóveis. 

A velocidade máxima em diversas rodovias do país também foi diminuída em até 20 km/h em algumas regiões. 

O ministro da Ecologia francês, Nicolas Hulot, pediu aos motoristas que sigam as novas regras. "Estamos enfrentando um nova situação. Temos que nos adaptar à mudança climática e continuar lutando contra suas causas para impedir o aumento desse fenômeno", disse ele à rádrio Europe 1.

Associated Press
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.