Terremoto na Indonésia deixa mais de 300 mortos e 270 mil desabrigados

Novo balanço foi divulgado; outro forte tremor deixou feridos em Lombok nesta quinta (9)

Mataram (Indonésia) | AFP

O número de mortos pelo forte terremoto que atingiu Lombok, na Indonésia, no último domingo (9) subiu para 319, de acordo com um novo balanço divulgado nesta quinta-feira (9), dia em que uma forte réplica sacudiu a ilha.

Família faz refeição sentada no chão dentro de sua casa destruída por terremoto
Família faz refeição dentro de sua casa destruída por terremoto no norte da ilha de Lombok - Sonny Tumbelaka/AFP

A agência de gestão de catástrofes informou ainda que o número de deslocados subiu para 270 mil e o de feridos graves, para cerca de mil. O balanço do dia anterior era de 131 mortos e 156 mil desabrigados.

Segundo o governo do país, as réplicas — ao menos 355 desde domingo — têm dificultado os resgates. A mais forte foi a desta quinta-feira. De magnitude 5.9, causou pânico, danificou edifícios e deixou feridos, mas não teve potencial de causar um tsunami, de acordo com a agência geológica local.

As pessoas alojadas em abrigos improvisados saíram às ruas gritando, enquanto as paredes de vários prédios desabavam.

As equipes de socorro ainda não conseguiram chegar a alguns pontos da ilha próximos ao epicentro, devido às dificuldades do terreno.

A maioria dos deslocados está dormindo em tendas perto de suas casas destruídas ou em abrigos onde falta comida, água potável e atendimento médico.

Na quarta-feira (8), as autoridades anunciaram o fim da retirada dos turistas que estavam nas Ilhas Gili, também afetada pelo terremoto.

Mais de 4.600 turistas foram retirados das três pequenas ilhas paradisíacas, muito procuradas por mergulhadores. Outros deixaram a região por conta própria e reclamaram da falta de coordenação das autoridades e da falta de informações após o tremor.

A Indonésia, um arquipélago de 17.000 ilhas e ilhotas, está localizada no que é conhecido como o "cinturão de fogo" do Pacífico, uma área de forte atividade sísmica. Embora o país registre inúmeros terremotos, a maioria não oferece riscos.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.