Descrição de chapéu Portugal

Consulado de Portugal em SP suspende recebimento de pedidos de nacionalidade

Medida é descrita como temporária devido à sobrecarga criada pelo alto volume de solicitações

São Paulo

O Consulado de Portugal em São Paulo anunciou nesta quinta-feira (18) a suspensão temporária de admissão de novos pedidos de nacionalidade portuguesa nas cidades de São Paulo e de Santos, afirmando que o alto volume de solicitações criou uma sobrecarga nos órgãos.

"Continuam a registrar-se um número crescente de pedidos de serviço deste posto, nomeadamente no que diz respeito a nacionalidades e vistos", diz nota divulgada no site do consulado.

Brasileiros pintam o risco com as cores do Brasil, em Lisboa (Portugal) - Armando Franca - 18.jun.13/Associated Press

"Essa demanda crescente acaba por provocar, necessariamente, demoras na capacidade de processamento, de análise e de conclusão dos novos pedidos apresentados."

A medida "visa a evitar ainda maior lentidão na análise dos processos que já se encontram pendentes de tratamento".

O consulado afirma ainda que em 2 de janeiro de 2019 publicará novas informações sobre os processos de nacionalidade. 

Após um período de declínio migratório no início desta década, que coincidiu com a crise econômica e as políticas de austeridade em Portugal, o interesse dos brasileiros pela antiga metrópole voltou a subir.

Depois de seis anos em queda, o número de brasileiros com visto de residência em Portugal voltou a aumentar em 2017. Eles aparecem mais uma vez como a maior comunidade estrangeira em Portugal, com 85.426 cidadãos.

Embora os dados do Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilos do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), órgão responsável pela imigração, indiquem uma alta de 5,1 no total de brasileiros vivendo no país, estes números são subestimados.

Esse número não inclui aqueles que têm dupla nacionalidade (portuguesa ou de outro país da União Europeia), o que indica que a quantidade efetiva de brasileiros em solo lusitano é ainda maior.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.