Perguntas e respostas sobre os pacotes-bomba nos EUA

De segunda (22) a sexta (26), doze artefatos foram descobertos

Reuters e The New York Times

Uma s√©rie de pacotes-bomba enviados a pol√≠ticos ou personalidades ligadas ao Partido Democrata e ao escrit√≥rio da CNN causou preocupa√ß√£o nos EUA, a menos de duas semanas das elei√ß√Ķes legislativas.

Quantos pacotes foram interceptados?

Doze, aos seguintes destinat√°rios: o bilion√°rio George Soros, √† congressista da Fl√≥rida  Debbie Wasserman Schultz, a ex-secret√°ria de Estado Hillary Clinton, o ex-presidente Barack Obama, o escrit√≥rio da CNN em Nova York, a congressista Maxine Waters da Calif√≥rnia (duas unidades), o ex-vice-presidente Joe Biden (duas unidades) e o ator Robert De Niro, o senador Cory Booker e o ex-diretor de Seguran√ßa Nacional James Clapper.

Qual o dano provocado?

Nenhum dos artefatos explodiu e ninguém ficou ferido. A própria polícia detonou de forma segura dois artefatos.

Quem enviou os pacotes?

Nesta sexta (26), um homem identificado como Cesar Sayoc foi detido como suspeito no caso, em Plantation, na Fl√≥rida.

Há outros pacotes-bomba em circulação?

Em entrevista na quarta, o governador de Nova York, Andrew Cuomo, afirmou n√£o descartar a exist√™ncia de outros artefatos.

Por que eles foram enviados?

A motiva√ß√£o n√£o est√° clara, mas todos os destinat√°rios t√™m hist√≥rico de cr√≠ticas ao presidente Donald Trump.

Como os pacotes foram entregues?

Um servi√ßo de entregas deixou o pacote na CNN, e a pol√≠cia acredita que o artefato entregue na casa de Soros foi deixado em m√£os. N√£o se sabe como os demais chegaram a seu destino. 

Tópicos relacionados

Coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.