Presidente da Argentina cai no choro durante evento do G20

Macri se emocionou ao final de apresentação da cultura argentina a líderes estrangeiros

O presidente argentino, Mauricio Macri, e sua mulher, Juliana Awada, recebem Donald Trump no Teatro Colón - Pablo Martinez/Associated Press
Sylvia Colombo
Buenos Aires

Não foi por conta de uma vitória eleitoral, nem por uma vitória do Boca Juniors. O presidente argentino, Mauricio Macri, caiu no choro na noite desta sexta-feira (30), após o espetáculo dedicado aos líderes da Cúpula do G20, no teatro Colón, em Buenos Aires.

Visivelmente emocionado, derramando lágrimas e batendo com as mãos no peito, Macri se levantou para aplaudir os 150 artistas de várias províncias do país que se apresentaram no palco, numa show que terminou com gritos de “Argentina!”, “Argentina!”

O mandatário perdeu a compostura por tanto tempo que o público, quando se deu conta, após as cortinas se fecharem, virou-se para observar as emoções do presidente, muitos tiraram fotos. 

Logo, também estavam chorando junto sua mulher, Juliana Awada, e o chanceler, Jorge Faurie.

Ao evento, compareceu também a líder alemã Angela Merkel, que chegou com atraso no fim do dia, após enfrentar problemas com o avião oficial que a traria da Alemanha. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.