Príncipe Philip está 'chocado e abalado' após acidente de carro

Colisão levanta questão de permissão de idosos ao volante no Reino Unido

Londres | AFP

O marido da rainha Elizabeth 2ª, príncipe Philip, 97, está "chocado e abalado" após um acidente de carro nesta quinta-feira (17), gerando um debate no Reino Unido sobre idosos na direção.

Philip saiu ileso. Um bebê de nove meses que estava no banco de trás do outro carro, um Kia, também não se feriu, enquanto uma mulher no veículo quebrou o punho e a outra cortou o joelho, disse a polícia local.

"Estamos cientes do interesse público neste caso. Contudo, como em qualquer outra investigação, seria inapropriado especular sobre as causas da colisão até que uma investigação seja realizada", disse comunicado da polícia.

Local de acidente envolvendo o príncipe Philip, próximo a Sandringham, no leste da Inglaterra - Chris Radburn /Reuters

Imagens postadas pela mídia britânica mostram o Land Rover do príncipe perto do meio-fio, com o lado do motorista amassado, o para-brisa destruído, além de cacos de vidro e metal espalhados pela rua.

"Eu estava dirigindo para casa e vi um carro, um Land Rover preto, que saiu de uma avenida lateral e não parou", contou uma testemunha, Roy Warne, à rádio BBC nesta sexta-feira.

"O Land Rover girou várias vezes", disse ao jornal The Sun em outra entrevista.

Também afirmou que uma das duas mulheres no Kia "era a mãe da criança e estava bastante transtornada".

Philip e a outra motorista fizeram um teste de alcoolemia, um procedimento padrão da polícia, mas não foi detectado álcool.

O acidente ganhou as manchetes da maioria dos jornais britânicos, gerando um forte debate na mídia sobre se seria prudente dirigir na idade de Philip.

"Minhas pernas! Minhas pernas!", dizia o Sun na primeira página, descrevendo o que príncipe supostamente "gritou" quando foi retirado dos destroços.

"Fui cegado pelo sol", teria dito ele, segundo o jornal.

Philip, o duque de Edimburgo, é famoso por sua paixão pela velocidade.

Em uma reunião ocorrida antes do acidente, o condado local aprovou uma recomendação para reduzir o limite de velocidade na estrada onde a colisão aconteceu de 97 km/h para 80 km/h.

A questão é especialmente delicada no caso da realeza, com o Daily Mail observando: "Só há uma pessoa que pode dizer a ele para parar de dirigir. Mas ela ousará?", fazendo referência à rainha.

Dados oficiais de novembro mostram que 110.790 pessoas com 90 anos ou mais ainda possuam carteira de motorista. Os mais velhos eram quatro pessoas de 107 anos.

No Reino Unido, a carteira de motorista vence quando uma pessoa completa 70 anos e precisa ser renovada por meio de um simples avaliação a cada três anos.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.