Descrição de chapéu Venezuela

Dados de inflação, petróleo e migração mostram escala da crise na Venezuela

Da economia à saúde, indicadores tiveram piora em várias áreas desde que Maduro chegou ao poder

Bruno Benevides Tatiana Harada
São Paulo

A disputa política que envolve a Venezuela atualmente, opondo Nicolás Maduro ao presidente da Assembleia Nacional Juan Guaidó, tem origem na crise econômica que assolou o país nos últimos anos. 

Pouco após a chegada do ditador ao poder, em março de 2013, o preço do petróleo despencou —a commodity é responsável por metade do PIB—, levando ao fim do crescimento dos anos de Hugo Chávez (1999-2013).     

A recessão e a hiperinflação geraram um desabastecimento generalizado no país, afetando áreas como saúde e educação. Isso se refletiu em diversos indicadores socioeconômicos, que caíram durante o governo Maduro. 

Caracas parou, inclusive, de divulgar esses dados, mas uma série de entidades internacionais manteve alguns deles atualizados. São esses números que ajudam a ilustrar como a Venezuela chegou à situação atual e o tamanho do desafio que o país enfrenta.

 

Desde que Maduro chegou ao poder, diversos indicadores caíram

Fontes: FMI, Acnur, OIM, RV4, OIT, OEC, Macrotrends, Unesco, Banco Mundial, Reuters, Opas, OMS, Akamai e Fórum Econômico Mundial

 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.