Descrição de chapéu Governo Trump Coreia do Norte

Trump e Kim assinarão acordo durante cúpula no Vietnã, diz Casa Branca

Presidente dos EUA declara que diálogo em primeiro dia de encontro foi "muito bom"

Washington | Reuters

O presidente dos EUA, Donald Trump, e o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, vão assinar um acordo conjunto no fim da segunda cúpula entre os dois países, que começou nesta quarta-feira (27) em Hanói, no Vietnã.

A Casa Branca anunciou que os líderes participarão de uma “cerimônia de assinatura de acordo” no segundo dia do encontro. Não foi divulgado o teor do acordo nem outros detalhes sobre o documento. 

Após jantar com o ditador norte-coreano nesta quarta, o presidente americano tuitou que foi um “grande encontro”, com “diálogo muito bom”.

Mais cedo, no início da cúpula, Trump havia dito que Kim é um “grande líder” e que a Coreia do Norte tem “um futuro tremendo”.

No hotel Metropole, onde o encontro ocorre, os dois líderes se cumprimentaram com apertos de mãos e posaram para fotos sorrindo.

Antes do encontro, o presidente americano demonstrou uma mistura de otimismo e dúvida sobre os resultados da cúpula. “Pode ser muito bem-sucedida”, disse Trump. “Esperamos que seja bem-sucedida. Vamos ver o que vai acontecer.”

Se for bem-sucedida, a Coreia do Norte pode aceitar que inspetores entrem em áreas nucleares do país asiático. Kim também pode concordar em fechar o centro de pesquisa nuclear de Yongbyon. Os Estados Unidos querem a Coreia do Norte mostre um planejamento de como pretende abrir mão de suas armas nucleares.

Já os EUA poderiam dar passos na direção de estabelecer relações diplomáticas formais, ou concordar em encerrar a Guerra da Coreia (1950-53) –algo que parece tentador a um presidente que deseja ganhar o prêmio Nobel da Paz. Apesar da trégua em 1953, Coreia do Norte e EUA continuam tecnicamente em guerra, com 28.500 soldados americanos na Coreia do Sul para impedir um reinício do conflito.

Antes de se reunir com o ditador norte-coreano, Trump se encontrou com o presidente do Vietnã, Nguyen Phu Trong, que também é secretário-geral do Partido Comunista.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.