Descrição de chapéu Venezuela

Colômbia vai permitir que venezuelanos entrem no país com passaportes vencidos

Documento pode estar expirado há dois anos, segundo a agência de migração colombiana

Bogotá | Reuters

A Colômbia vai permitir que cidadãos da Venezuela cruzem a fronteira com passaportes vencidos, comunicou na sexta (8) a agência de migração colombiana. Os venezuelanos poderão usar documentos antigos por até dois anos após a data de expiração.

Renovar o passaporte na Venezuela é "quase impossível, em função do alto custo do documento, da falta de materiais para confeccioná-los e por causa de outras ações da Venezuela para conter a saída de venezuelanos", disse Christian Kruger, chefe da agência de migração da Colômbia.

De acordo com informações da agência Reuters, mais de 1,2 milhão de venezuelanos que fugiram da escassez generalizada de alimentos e remédios e de uma complexa crise política no país migraram para a Colômbia nos últimos anos. Muitos chegam sem vistos porque não conseguem renovar seus passaportes.

Hector Holder, 47, refugiado venezuelano no Brasil - Zanone Fraissat

O êxodo total de venezuelanos é estimado em 3,4 milhões de pessoas, de acordo com as Nações Unidas. O ano passado registrou o maior número de pedidos de asilo pelos cidadãos da ditadura de Nicolás Maduro: foram 250 mil solicitações, dois terços das quais em países latinos.

A medida é parte de acordos recentes feitos pelo bloco de nações do Grupo de Lima para dar segurança aos migrantes e impedir que eles recorram a gangues para atravessar a fronteira, disse o comunicado.

"Não há nada mais perigoso para um país do que não saber quem está dentro de suas fronteiras. Fechar a fronteira e exigir documentos oficiais de uma população que está fugindo de uma ditadura por causa da fome apenas incentiva irregularidades", completou Kruger.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.