Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

Incomodado, Guedes pergunta por que Olavo dispara contra 'revolução' da direita

Ministro da Economia questionou guru ideológico do governo durante jantar em Washington

Marina Dias Mariana Carneiro
Washington e Brasília

O ministro Paulo Guedes (Economia) usou o jantar em homenagem ao presidente Jair Bolsonaro, neste domingo (17), em Washington, para questionar diretamente o escritor Olavo de Carvalho sobre as críticas recentes que ele tem feito ao governo.

Incomodado com as falas de Olavo que, um dia antes, afirmou que, se continuar assim, a administração de Bolsonaro não dura seis meses, Guedes questionou: "Por que o líder dispara contra a revolução que inspirou?".

O ministro da Economia, Paulo Guedes, durante evento no Banco Central, em Brasília - Sérgio Lima - 13.mar.2019/AFP

Guedes ficara incomodado com a crítica do escritor ao governo, expressa a jornalistas após sessão que exibiu um filme sobre a vida de Olavo, no sábado (16), no Trump International Hotel. O evento foi organizado pelo ex-estrategista do presidente Donald Trump Steve Bannon.

No jantar neste domingo, com ideólogos, financistas e jornalistas conservadores na casa do embaixador brasileiro Sergio Amaral, Guedes então chamou Olavo de "líder da revolução liberal no Brasil". Mas, segundo um dos presentes, a declaração foi feita em um contexto de reprimenda.

O ministro lera sobre a fala crítica de Carvalho na internet, ainda quando chegava a Washington na comitiva presidencial, no fim da tarde deste domingo (17).

Segundo um observador do encontro, Guedes ressaltou que Olavo sempre apoiou o presidente e repetiu o diagnóstico de que a democracia no Brasil está fortalecida, com a emergência da aliança entre centro-direita e liberais após anos de governos de social-democracia.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.