Descrição de chapéu Governo Bolsonaro

'Página virada', diz Flávio Bolsonaro sobre publicação contra o Hamas

Senador havia escrito nas redes sociais que movimento radical islâmico deveria explodir

Ricardo Della Coletta
Brasília

Dois dias depois de escrever nas redes sociais que o movimento radical islâmico Hamas deveria explodir, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) disse nesta quinta-feira (4) que o episódio é “página virada”.

Na terça-feira (2), o senador, que estava acompanhando seu pai e presidente da República, Jair Bolsonaro, na visita oficial a Israel, escreveu “quero que vocês se EXPLODAM!!!”, ao compartilhar uma reportagem sobre os protestos do Hamas ao anúncio de que o Brasil abrirá um escritório comercial em Jerusalém.

Pouco depois, no entanto, Flávio Bolsonaro apagou a publicação.

Nesta quinta-feira, ele não quis fazer comentários sobre o assunto. “Vamos ao que importa, ao Brasil. Está cheio de pauta favorável, a gente volta cheio de pauta favorável, um monte de acordos. O ministro [Ernesto Araújo] acaba de falar que vai abrir uma agenda agora, talvez no primeiro semestre ainda, para fazer uma rodada [do presidente Bolsonaro] junto ao mundo árabe e trazer investimentos”, declarou.

Considerado um grupo terrorista por Israel, Estados Unidos e União Europeia, o Hamas controla a faixa de Gaza e mantém uma relação de hostilidades com o estado israelense. 

Indagado por jornalistas sobre os motivos que o levaram a apagar a publicação, Flávio Bolsonaro não respondeu e disse que quer “tratar de pauta positiva”.

“Página virada. Não vão arrancar nada da minha boca. Vamos tratar de pauta positiva, muitos investimentos, vamos parar de ficar jogando casca de banana. O Brasil vai ser grande, vocês querendo ou não”, disse.

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) em Brasília
O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) em Brasília - Roque de Sá/Agência Senado
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.