Descrição de chapéu Venezuela

Mulher de Leopoldo López diz que casa da família foi invadida e destruída

Em rede social, Lilian Tintori mostrou fotos da residência

Caracas | AFP

A casa em Caracas da família de Leopoldo López, um dos líderes da oposição ao ditador venezuelano Nicolás Maduro e que estava em prisão domiciliar até ser liberado com a ajuda de militares dissidentes, foi invadida na noite de terça (30), segundo sua mulher, Lilian Tintori.  

"Eles entraram em nossa casa, como criminosos, sem um mandado de busca e sem estarmos presentes. Eles destruíram a casa e roubaram nossas coisas", afirmou Tintori em publicação nesta quarta (1º) em uma rede social.

"Nós não sabemos qual era a intenção, já que eles já sabiam que nem Leopoldo, nem eu, nem meus filhos estávamos presentes", disse Tintori em outra mensagem, que mostra fotos da residência revirada, com livros, documentos, móveis e objetos pessoais no chão.

Antes do ocorrido, López, condenado a 14 anos de prisão por incitação ao ódio, estava impedido de sair de casa, em prisão domiciliar. Na manhã do dia da invasão, ele e Juan Guaidó, que se declarou presidente interino da Venezuela em janeiro, foram até a base aérea de La Carlota, em Caracas, para anunciar o apoio de militares dissidentes na luta contra o regime de Maduro.

Na série de publicações de Tinori com fotos da casa, não há informações, entretanto, sobre onde ela e a família se encontram. Após a libertação do marido, eles se refugiaram primeiro na embaixada do Chile e depois na da Espanha, ambas em Caracas.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.