Selfie de meninas se beijando ao lado de líder de extrema direita italiano viraliza

Amigas participaram de um protesto onde o ministro do Interior Matteo Salvini discursou

São Paulo

As amigas Gaia Parisi e Matilde Rizzo, 19, participaram na última semana de um protesto em Caltanissetta, na Sicília, onde o político de extrema direita e ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, fez um discurso, como relatou a rede americana CNN.

Quando o político parou para tirar selfies com apoiadores, as duas entraram na fila e, no momento do clique, se beijaram ao lado dele. A foto, publicada por Parisi nas redes sociais, viralizou.

​Salvini, que é líder do partido Liga e vice-premiê do país, recentemente participou do World Congress of Families, evento anti-LGBT e anti-aborto cuja missão é “defender a família natural”. O evento ocorreu em março em Verona, na Itália.

“A nossa mensagem é de amor e tolerância contra o discurso e atitudes de ódio que políticos como ele promovem”, afirmou Parisi à CNN. "Mas também é um encorajamento para não desistirmos, para continuarmos protestando contra discriminação e injustiça, porque um ato simples e natural como um beijo pode dar origem a um debate político."

Ao site Buzzfeed News, a jovem afirmou que um segurança separou as duas imediatamente depois do beijo. A reação de Salvini, segundo Parisi, foi dar um tapinha nas costas de Rizzo e dizer uma frase em italiano que poderia ser traduzida como "te desejo tudo de bom e filhos homens".

"Agradecemos ironicamente e fomos embora", completou a jovem. "Nossa foto foi um protesto, algo importante a ser compartilhado."

Após a repercussão, o político republicou a foto em sua própria conta no Instagram.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.