Arábia Saudita concorda em receber tropas americanas em seu território

Anúncio foi feito em momento de tensão entre EUA, aliados do reino, e Irã

Riad (Arábia Saudita) | Reuters

O rei Salman da Arábia Saudita concordou em receber tropas americanas em seu território, informou a agência estatal SPA nesta sexta-feira (19).

As Forças Armadas dos EUA afirmaram que o Departamento de Defesa já autorizou o envio de militares e equipamentos ao reino. 

O anúncio foi feito em meio à escalada de tensões entre Washington e Teerã e a uma série de ataques a embarcações no estreito de Hormuz que afetaram os preços mundiais de petróleo. 

Rei Salman, da Arábia Saudita, participa de cúpula da Organização Islâmica de Cooperação, em Meca, no início do junho
Rei Salman, da Arábia Saudita, participa de cúpula da Organização Islâmica de Cooperação, em Meca, no início do junho - Bandar Algaloud - 1º.jun.2019/Cortesia da Corte da Arábia Saudita/Reuters

A decisão da Arábia Saudita tem o objetivo de "intensificar a cooperação conjunta na defesa da segurança e da defesa regionais e para preservar a paz", afirmou um oficial do ministério da Defesa, segundo a SPA. 

Ainda nesta sexta, o Irã afirmou que havia apreendido um navio britânico no estreito, mas negou a acusação dos EUA de que a Marinha americana teria derrubado um drone iraniano na região nesta semana.

A relação entre Washington e Teerã tem se deteriorado desde que o presidente americano Donald Trump abandonou, no ano passado, o acordo nuclear firmado com o Irã e outras potências mundiais.

Sob os termos do tratado, a república islâmica concordou em reduzir seu programa nuclear, visto pelos países ocidentais como um disfarce para o desenvolvimento de armas nucleares, em troca da suspensão de sanções econômicas.

Desde a saída do acordo, os EUA reimpuseram as sanções, prejudicando fortemente a economia iraniana. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.