Ataque do Boko Haram deixa ao menos 65 mortos na Nigéria

Vinte e três delas morreram enquanto estavam a caminho de um funeral

Maiduguri (Nigéria) | Reuters e AFP

Ao menos 65 pessoas foram mortas no nordeste da Nigéria em ataque promovido pelo grupo terrorista Boko Haram neste sábado (27).

Segundo o presidente do governo local, Mohammed Bulama, 23 pessoas morreram enquanto estavam a caminho de um funeral. Outras 42 pessoas teriam sido mortas enquanto perseguiam os jihadistas, e ao menos dez ficaram feridas.

Homens carregam vítima de ataque do Boko Haram em Budu, perto de Maiduguri, na Nigéria
Homens carregam vítima de ataque do Boko Haram em Budu, perto de Maiduguri, na Nigéria - Audu Marte/AFP

O presidente do governo local disse acreditar que o ataque foi uma retaliação pela morte de 11 combatentes do Boko Haram por moradores locais. Na ocasião, os moradores também capturaram dez rifles automáticos.

O conflito com o grupo terrorista já matou mais de 27 mil pessoas desde 2009. Mais de 1,7 milhão ainda não puderam voltar para suas casas.

O grupo tem a intenção de estabelecer um governo islâmico. Ele é conhecido por atentados violentos no país e também por sequestrar e escravizar meninas e mulheres.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.