Ataque do Taleban deixa ao menos 14 mortos e 140 feridos no Afeganistão

Carro-bomba explodiu horas antes de reunião no Catar que busca acordo de paz para conflito

Um ataque do Taleban contra um complexo de segurança do governo no Afeganistão matou ao menos oito agentes de segurança e seis civis e deixou mais de 140 feridos, afirmaram autoridades.

Combatentes do grupo extremista detonaram um carro-bomba na cidade de Ghazni, perto de um escritório da principal unidade de inteligência do país, a Direção Nacional de Segurança (NDS), na manhã de domingo (7).

Equipe de segurança chega a local onde carro-bomba explodiu em Ghazni, no Afeganistão
Equipe de segurança chega a local onde carro-bomba explodiu em Ghazni, no Afeganistão - AFP

Autoridades de saúde em Ghazni disseram que 13 adultos, incluindo oito membros do NDS, e uma criança foram mortos. Pelo menos 27 menores estavam entre as 140 pessoas feridas.

A explosão em uma área populosa da cidade de Ghazni foi a mais recente de uma onda diária de ataques do Taleban, que domina cerca de metade do Afeganistão e continua a intensificar os ataques contra forças afegãs, apesar dos esforços dos EUA para um acordo de paz para por fim à guerra que já dura 18 anos.

O ataque ocorreu horas antes de autoridades do Taleban se reunirem com um grupo autoridades afegãs no Catar como parte dos esforços diplomáticos para acabar com anos de violência e criar confiança entre civis afegãos e o grupo militante.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.