Mujica diz que Venezuela vive uma ditadura e que só cabe ao país resolvê-la

Ex-presidente uruguaio critica ameaça de interferência externa no país

Talita Marchao
UOL

O ex-presidente uruguaio José Mujica afirmou que a Venezuela vive uma ditadura e que cabe apenas aos próprios venezuelanos resolver a crise que atinge o país.

A declaração foi dada neste sábado (27) durante encontro de militantes do MPP (Movimento de Participação Popular), que integra a Frente Ampla, que governa o país há três mandatos.

"Sim, é uma ditadura. Na situação em que está, não há nada além de uma ditadura. Mas há ditadura na Arábia Saudita com um rei absoluto, na Malásia, onde matam 25 por dia. E na República Popular da China?", disse Mujica perguntado durante o evento.

mujica
O ex-presidente uruguaio José Mujica - Tony Gentile/Reuters

"Se há uma ditadura, pertence a eles e são eles quem têm que resolver", acrescentou o ex-senador, criticando as ameaças de interferência externa no país.

Daniel Martínez, candidato da Frente Ampla à presidência do Uruguai, deu declarações na mesma linha. 
"Para a esquerda, o tema dos direitos humanos deve ser sempre um imperativo ético. O relatório de Bachelet é definitivo em respeito a Venezuela e se trata de uma ditadura. É preciso seguir trabalhando em uma saída negociada e que o centro seja os venezuelanos", publicou em uma rede social. As eleições serão realizadas em outubro.

O governo do Uruguai atualmente não reconhece o deputado opositor Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela e apoia o diálogo com Nicolás Maduro, herdeiro político de Hugo Chávez, morto em 2012.

O país também não integra o Grupo de Lima, que reconhece a autoridade de Guaidó e foi criado por países das Américas para buscar uma solução para a crise no país vizinho.

Na última Cúpula do Mercosul, o Uruguai aceitou assinar o documento sobre a crise venezuelana que não citava o termo "ditadura".​

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.