Descrição de chapéu Financial Times

Prefeito de pequena cidade nos EUA supera arrecadação de democratas na corrida presidencial

Pete Buttigieg acumulou US$ 25 mi no 2º trimestre, valor superior a de outros concorrentes nos 3 primeiros meses do ano

Kiran Stacey Mamta Badkar
Washington e Nova York | Financial Times

​​Pete Buttigieg, prefeito de South Bend, no Estado de Indiana, arrecadou quase US$ 25 milhões (cerca de R$ 100 milhões) em verbas de campanha no segundo trimestre deste ano, superando a arrecadação de seus rivais para a corrida presidencial democrata durante os três primeiros meses de 2019.

A direção da campanha de Buttigieg anunciou, nesta segunda-feira (1º), o valor arrecadado de US$ 24,8 milhões.

É um total bem superior aos US$ 18 milhões arrecadados pelo senador Bernie Sanders no primeiro trimestre, que representam o maior total acumulado por um pré-candidato na disputa democrata no período.

O pré-candidato democrata à Presidência Pete Buttigieg conversa com apoiadores em South Bend
O pré-candidato democrata à Presidência Pete Buttigieg conversa com apoiadores em South Bend - Scott Olson - 29.jun.19/Getty Images/AFP

Em email a partidários, Mike Schmuhl, diretor da campanha de Buttigieg, definiu a quantia como "maravilhosa".

Um porta-voz acrescentou que a direção de campanha agora tinha US$ 22,6 milhões em caixa e havia atraído 230 mil doadores novos no segundo trimestre, com contribuição média de US$ 47,42.

Muitos pré-candidatos democratas estão interessados em criar a imagem de que recebem doações de valor baixo vindas de uma ampla gama de colaboradores, porque isso os deixa livres de obrigações com indivíduos ricos ou empresas.

Buttigieg agradeceu seus doadores no Twitter, destacando justamente o grande número de doações de baixo valor que sua campanha vem recebendo.

Outros pré-candidatos não anunciaram até agora sua arrecadação de verbas de campanha no segundo trimestre.

Todos eles têm prazo até 15 de julho para apresentar à Comissão Federal de Eleições sua documentação oficial sobre os esforços de arrecadação de verbas de campanha no período.

Satish Narayanan, consultor político do Partido Democrata, classificou os números como "uma grande surpresa".

Ele acrescentou que "há muita gente disputando a vaga, e diversas dessas pessoas são bem médias". Os doadores estão tentando ocupar um vazio, e "ele [Buttigieg] realmente capturou as atenções", diz.

Buttigieg surpreendeu muitos analistas com seu desempenho na corrida para as primárias. Ele começou relativamente desconhecido no cenário nacional, mas se tornou um aspirante legítimo à candidatura, sempre classificado entre os cinco pré-candidatos mais populares.

A pesquisa mais recente o mostra com 6% das intenções de voto, abaixo de Joe Biden, Bernie Sanders, Elizabeth Warren e Kamala Harris, mas acima de senadores estabelecidos como Cory Booker e Amy Klobuchar.

Buttigieg, 37, é veterano da guerra do Afeganistão e despertou a atenção do país em março, em uma entrevista à rede de notícias CNN, na qual definiu o período de Trump no poder como "a presidência pornô".

Mary Anne Marsh, analista política democrata, disse que "os números mostram que Buttigieg capturou a atenção de todos, da mesma maneira que Barack Obama fez".

Nas últimas semanas, no entanto, Buttigieg teve de enfrentar algumas dificuldades, como o questionamento à polícia de sua cidade após um policial branco matar, no mês passado, um homem negro a tiros.

O prefeito admitiu, durante o primeiro debate na TV entre os pré-candidatos democratas, na semana passada, não ter promovido a diversidade na força policial de South Bend.

"A tendência das doações recentes não quer dizer que ele vá resolver seus problemas políticos", disse Marsh. "Mas significa que ele poderá persistir por mais tempo na disputa, o que pode lhe dar o tempo de que precisa para resolvê-los". 

Tradução de Paulo Migliacci 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.