Tiroteio em mesquita na Noruega deixa um ferido

Atirador está sob custódia da polícia e pode, também, ter matado uma pessoa de sua família

Oslo | Reuters

​Uma pessoa foi ferida em um tiroteio dentro de uma mesquita na Noruega. O atirador já foi detido, de acordo com a polícia. 

O suspeito, descrito pelas autoridades como um "homem branco e jovem", abriu fogo no interior do Centro Islâmico Al-Noor, próximo a Oslo, capital do país. 

Socorristas atendem vítima após atirador ferie uma pessoa em mesquita na cidade de Bauerum, próxima de Oslo
Socorristas atendem vítima após atirador ferie uma pessoa em mesquita na cidade de Bauerum, próxima de Oslo - Terje Pedersen/NTB Scanpix/AFP

O indivíduo também pode ter matado um membro de sua família antes de seguir para a mesquita, segundo a polícia. 

"Uma jovem mulher foi encontrada morta no endereço do suspeito", disse Rune Skjold, chefe de polícia, durante uma conferência.

A vítima pertence à congregação e tem 75 anos, segundo informou Irfan Mushtaq, diretor da mesquita, à TV2. "O homem carregava duas armas que pareciam escopetas e uma pistola. Ele invadiu pela porta de vidro e disparou os tiros." 

O atirador, que usava colete a prova de balas e capacete, foi dominado por membros da congregação antes da chegada da polícia, acrescentou Mushtaq. 

As autoridades dizem que ele tem por volta de 20 anos, é um cidadão norueguês vindo da região em que o crime aconteceu.

​O Centro Islâmico Al-Noor implantou um novo sistema de segurança após o massacre em uma mesquita na Nova Zelândia, em março, quando um militante de extrema direita matou mais de 50 pessoas em duas mesquitas do país. 

Em 2011, Anders Behring Breivik, neonazista anti-muçulmano, matou 77 pessoas, no que foi a maior tragédia ocorrida na Noruega. As vítimas eram adolescentes que estavam em um acampamento para jovens.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.