Incêndio destrói castelo japonês patrimônio mundial da Unesco

Construção havia sido atingida durante Segunda Guerra Mundial e reconstruída depois

Tóquio | AFP

O castelo de Shuri, no arquipélago japonês de Okinawa, classificado pela Unesco como Patrimônio Mundial, foi parcialmente destruído por um incêndio na noite desta quarta-feira (30).

O Shuri é um dos principais elementos de um complexo histórico que remonta ao reino Ryukyu, que foi utilizado a partir do século 15. 

Imagem aérea mostra a destruição gerada por incêndio no castelo de Shuri - Jiji Press/AFP

A estrutura de madeira destruída era uma reconstrução feita após a Segunda Guerra Mundial, a partir de fotografias dos projetos da construção original.

Imagens de televisão captadas durante a noite mostravam enormes chamas devorando o histórico prédio. Segundo a imprensa japonesa, não houve feridos.

Na manhã desta quinta-feira (31), a parte mais importante do incêndio já estava controlada, mas ainda era possível observar colunas de fumaça.

O fogo começou "no templo principal e parece ter se alastrado rapidamente para todas as estruturas do complexo", disse à AFP Ryo Kochi, porta-voz da polícia de Okinawa. A causa do incêndio ainda não foi determinada. 

O castelo de Shuri, em imagem da década de 1990 - Jiji Press - 1.set.1993/AFP

​Mikiko Shiroma, prefeita de Naha, contou que um evento foi realizado no castelo nos últimos dias e que o local passava por obras de renovação, mas que era cedo para relacionar esses fatos ao incêndio.

Destruído durante a Segunda Guerra, o local foi reconstruído e passou a fazer parte de um parque nacional em 1992. 

Pela fidelidade com que a reconstrução foi feita, o castelo e seus arredores foram listados como Patrimônio Mundial da Unesco em 2000. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.