Mantendo tradição de 1947, Noruega envia árvore de Natal ao Reino Unido

Presente expressa gratidão pelo apoio britânico durante a 2ª Guerra Mundial e é exibido na Trafalgar Square, em Londres

Oslo | Reuters

Todos os anos, desde 1947, a Noruega oferece ao Reino Unido um presente de Natal para expressar sua gratidão pelo apoio britânico durante a Segunda Guerra Mundial. Trata-se de uma árvore para ser exibida como símbolo natalino na Trafalgar Square, no centro de Londres. 

Exilados, o rei norueguês e integrantes do governo fugiram da ocupação nazista e se refugiaram na capital britânica de 1940 até 1945, construindo laços duradouros entre as duas nações.

Desde então, a tradição é cuidadosamente planejada. As árvores adequadas são identificadas com anos de antecedência e recebem cuidados especiais para garantir que estejam nas melhores condições possíveis. Apenas uma em cada 20 árvores chega ao estágio final de seleção. 

A escolhida deste ano, um abeto (árvore similar a um pinheiro) de 24 metros de altura, foi derrubada nesta terça-feira (19) sob chuva forte em uma uma floresta na região de Oslo, com a presença de autoridades britânicas e norueguesas.

"Em tempos de turbulência e de incerteza, manter essa tradição por décadas é um sinal muito importante de estabilidade, de amizade entre nações, diálogo e compromisso real com a compreensão de outras pessoas", declarou a prefeita de Westminster, Ruth Bush. 

A árvore, que tem cerca de 85 anos de idade e uma certificação emitida por um regulador norueguês que garante que ela está livre de doenças, viajará de caminhão e depois de navio até chegar ao Reino Unido. Ela será acesa em 5 de dezembro. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.