Papa se sente indisposto e cancela evento, anuncia Vaticano

Mais de 400 pessoas contraíram doença por coronavírus na Itália e 12 morreram

Philip Pullella
Cidade do Vaticano | Reuters

O papa Francisco está ligeiramente indisposto e cancelou um evento em uma basílica de Roma, mas vai cumprir o restante de sua agenda, em sua residência, anunciou o Vaticano nesta quinta-feira (27).

“Por conta de uma ligeira indisposição, ele preferiu ficar na Santa Marta”, o Vaticano informou, referindo-se à casa de hóspedes do Vaticano onde mora o pontífice.

“Todos os seus demais compromissos serão cumpridos regularmente”, disse Matteo Bruni, porta-voz do Vaticano.

O Vaticano divulgou uma foto do papa em companhia do cardeal Antonio Tagle, um filipino que assumiu recentemente um novo cargo no Vaticano, em reunião na manhã de quinta-feira com membros do Movimento Católico Mundial pelo Clima, uma organização ambientalista internacional.

Na quarta (26), Papa Francisco limpa o nariz durante missa
Na quarta (26), papa Francisco limpa o nariz durante missa - Alberto Pizzoli/AFP

O papa parecia estar resfriado e sua voz estava ligeiramente rouca, em sua audiência geral na quarta-feira. Ele tossiu durante uma missa vespertina de Quarta-Feira de Cinzas em uma igreja romana.

Também por conta do coronavírus, o Vaticano decidiu fechar as catacumbas que normalmente são abertas para visitação pública. A aglomeração de pessoas nesses pequenos e úmidos espaços poderia facilitar a transmissão da doença.

As catacumbas são locais de enterro de mortos datados do século 2. As mais famosas e visitadas estão em Roma, com quilômetros de túneis subterrâneos. 

Cerca de 12 dessas estruturas, que pertencem e são administradas pelo Vaticano, estão abertas para visitação, como as presentes na Sicília, na Toscana e na Sardenha.

Francisco, 83, perdeu parte de um pulmão. Ele sofreu uma cirurgia quando tinha pouco mais de 20 anos, em Buenos Aires, depois de um episódio de tuberculose, de acordo com o biógrafo Austen Ivereigh.

Ele também sofre de dores ciáticas nas pernas, um problema que combate por meio de sessões regulares de fisioterapia e explica sua dificuldade ocasional ao subir escadas.

Mas sua saúde no geral é boa, e Francisco vem conseguindo resistir a um ritmo de quatro cansativas viagens internacionais a cada ano, desde sua eleição em 2013.

O papa iria à Basílica de São João de Latrão na manhã de quinta-feira para um serviço de quaresma em companhia de padres romanos.

Alguns serviços religiosos de quaresma que aconteceriam na Quarta-Feira de Cinzas foram cancelados ou restringidos, em certas áreas do norte da Itália atingidas pela difusão do coronavírus.

Mais de 400 pessoas contraíram a doença, e 12 morreram, no país, no pior exemplo de contágio por coronavírus registrado na Europa até o momento.

Algumas pessoas que foram à Praça de São Pedro para a audiência da quarta-feira estavam usando máscaras, mas só havia uma pessoa assim equipada durante o encontro religioso presidido pelo papa na Quarta-Feira de Cinzas.

Tradução de Paulo Migliacci

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.