Descrição de chapéu Governo Trump Coronavírus

Ao ser questionado sobre o que falaria a americanos assustados, Trump acusa repórter de sensacionalismo

Presidente qualificou a pergunta como desagradável

São Paulo

Ao ser questionado o que diria aos americanos que estão assustados devido à pandemia de coronavírus, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em entrevista coletiva na Casa Branca nesta sexta-feira (20), acusou um repórter da emissora NBC de fazer sensacionalismo.

“Quase 200 mortos, 14 mil doentes. Milhões, como você viu, estão assustados agora. O que você diz aos americanos que estão assistindo a você e que estão assustados?", questionou Peter Alexander.

"Eu digo que você é um péssimo repórter", respondeu Trump. "Eu acho que essa é uma pergunta muito desagradável. E que você está dando um sinal muito ruim ao povo americano."

"Você está fazendo sensacionalismo", continuou Trump, criticando a NBC e chamando sua empresa-mãe, a Comcast, de "Con-cast" —algo como "transmissão trapaceira". "Você deveria ter vergonha de si mesmo", acrescentou o presidente.

trump fala ao ao púlpito; atrás, em pé, estão pence e fauci
Donald Trump durante entrevista coletiva sobre coronavírus ao lado do vice, Mike Pence, e do diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Contagiosas, Anthony Fauci - Jonathan Ernst/Reuters

O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, designado por Trump para chefiar a equipe responsável pelo combate ao coronavírus, passou a responder as perguntas na entrevista coletiva logo depois do presidente.

Alexander então repetiu a pergunta. "Eu diria para não terem medo, mas ficarem vigilantes", respondeu o vice, que também pediu aos americanos que seguissem as orientações de saúde divulgadas pelo governo.

Quando os primeiros casos da Covid-19 foram confirmados nos EUA, Trump minimizou a gravidade da pandemia, dizendo que o vírus era um problema exclusivamente chinês e que ele iria desaparecer.

No fim de fevereiro, o presidente afirmou que uma vacina estaria disponível "muito rapidamente" e elogiou as ações de seu governo, dizendo que foram “as mais agressivas adotadas por qualquer país”.

A gravidade da situação no território americano é em parte, segundo especialistas, resultado de políticas desastrosas de saúde pública.

A administração de Trump é acusada de ter desmontado os aparatos de emergência, desacreditado cientistas que trabalhavam para o governo e motivado, assim, uma fuga de cérebros –uma situação que torna mais difícil, hoje, a contenção da crise.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.