Descrição de chapéu Eleições EUA 2020

Bloomberg gastou US$ 750 milhões em sua campanha; saiba o que daria para comprar

Entre as opções estão quatro elencos do Flamengo e quase cem mil carros populares

Bruno Benevides Catarina Pignato
São Paulo

Para tentar virar presidente dos Estados Unidos, Michael Bloomberg colocou a mão no bolso.

Para financiar sua campanha nas primárias democratas pela disputa da Casa Branca, o empresário e político gastou US$ 750 milhões (R$ 3,4 bilhões) de sua própria fortuna.

O plano, porém, não deu certo e o ex-prefeito de Nova York anunciou nesta quarta-feira (4) que desistiu da disputa após um resultado decepcionante na Super Terça.

O ex-prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, durante o anúncio do fim de sua candidatura
O ex-prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, durante o anúncio do fim de sua candidatura - Carlo Allegri/Reuters

Ele acabou ganhando apenas 53 dos mais de 1.300 delegados que estavam em jogo em 14 estados na terça (3), mesmo tento gasto sete vezes mais que os rivais somados.  

O valor representa pouco mais de 1% de sua fortuna de US$ 55,5 bilhões. Saiba o que ele poderia ter comprado com esse dinheiro.  

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.