Descrição de chapéu Coronavírus

Escolas vão reabrir em ao menos 8 países europeus, com distanciamento entre alunos

Holanda anunciou nesta terça retomada em 11 de maio; Dinamarca e Noruega voltaram nesta semana

Bruxelas

A Holanda se tornou o oitavo país europeu a anunciar a volta das aulas, após 61 dias de fechamento das escolas para combater a transmissão do coronavírus.

O plano de abertura, anunciado nesta terça (21), começa em 11 de maio, com creches e ensino fundamental.

Como nos outros sete países que também já retomaram aulas (Dinamarca e Noruega) ou anunciaram prazo para isso (Alemanha, Áustria, França, Suíça e Islândia), haverá medidas de distanciamento físico.

O primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte, durante entrevista coletiva em Haia
O primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte, durante entrevista coletiva em Haia - Bart Maat/ANP/AFP

Na Holanda, a solução para permitir a volta das aulas foi dividir as turmas em dois turnos, um pela manhã e outro à tarde.

Na França, as turmas terão no máximo 15 alunos quando as escolas reabrirem. O número é a metade da ocupação média das classes antes da pandemia de coronavírus.

A retomada das aulas vai começar com crianças entre 5 e 11 anos de idade, em 12 de maio. A partir do dia 17, começam a voltar alunos a partir de 12 anos, até a reabertura total, em 25 de maio.

Nos dois países que já reabriram escolas na Europa, elas ficaram fechadas por um mês. Telejornais mostraram a visita da primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, a uma escola infantil onde cada criança ocupava apenas uma mesa, a pelo menos dois metros de distância de outros colegas.

No caso dos países que apenas anunciaram reabertura, o período sem aulas varia de 49 dias (Islândia) a 61 dias (Áustria).

Na Holanda, o fechamento de lojas, cafés e restaurantes foi prorrogado até pelo menos 19 de maio. Eventos públicos ficarão proibidos até 1º de setembro.

Até esta terça, 16 países europeus já começaram uma retomada gradual das atividades, e outros quatro fizeram anúncios.

Entre esses países, as durações das quarentenas variam de 16 dias, no caso da Eslováquia (a primeira a introduzir algum relaxamento, embora mínimo, permitindo a abertura de algumas lojas não essenciais em 28 de março) e 55 dias, tempo que terá ficado parada a França quando retomar algumas atividades em 11 de maio.

Com 22 mortes por 100 mil habitantes, a Holanda tem uma das maiores taxas de mortalidade por Covid-19 da Europa, embora bem abaixo das 45/100 mil na Espanha ou 41/100 mil na Itália.

Até esta terça, registrava 34.134 casos e 3.916 mortes.

O país já realizou 1.000 testes por 100 mil habitantes, um dos menores índices do continente. Como comparação, a Noruega fez 2.680 e a Alemanha, 2.063.

Erramos: o texto foi alterado

A Holanda vai retomar as aulas do ensino fundamental no dia 11 de maio, e não no dia 1º, como afirmou incorretamente a primeira versão deste texto.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.