Vazamento de gás em fábrica da LG na Índia deixa ao menos 9 mortos e 300 feridos

Cerca de 1.500 pessoas da região tiveram de deixar suas casas por precaução

Chennai | Reuters

Um vazamento de gás em uma fábrica de produtos químicos na Índia deixou ao menos nove mortos e levou mais de 300 pessoas a serem hospitalizadas nesta quinta-feira (7).

O acidente aconteceu em uma fábrica da LG Polymers, pertencente ao grupo sul-coreano LG, e atingiu moradores nas redondezas do estabelecimento, na cidade de Visakhapatnam, no estado de Andhra Pradesh, no sul da Índia.

Fábrica da LG Polymers em Visakhapatnam, na Índia, após vazamento de gás
Fábrica da LG Polymers em Visakhapatnam, na Índia, após vazamento de gás - AFP

Cerca de 1.500 pessoas que moram na região tiveram de deixar suas casas por precaução, de acordo com as autoridades locais.

“Eu rezo pela segurança e pelo bem-estar de todos em Visakhapatnam", disse o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, em uma rede social.

A fábrica está fechada por conta da quarentena para combater o novo coronavírus, mas havia funcionários responsáveis pela manutenção do local no momento do acidente.

Os proprietários do estabelecimento disseram, em nota, que o vazamento foi controlado e que as causas do acidente estão sendo investigadas.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.