Voo humanitário cai na Bolívia e mata quatro espanhóis que seguiam para casa

Aeronave levava estrangeiros que estavam retidos no país por causa da pandemia de coronavírus

La Paz | AFP

Seis pessoas morreram neste sábado (2) em um acidente de avião no nordeste da Bolívia, incluindo quatro espanhóis que seriam repatriados, informou o Exército boliviano.

O acidente ocorreu logo após o avião militar decolar da cidade de Trinidad, em uma área conhecida como Laguna Suárez. Os dois pilotos bolivianos também morreram.

O avião bimotor iria para Santa Cruz e levava quatro passageiros, segundo a agência de notícias AFP.

Viajavam três espanhóis de nascimento e uma boliviana de nacionalidade espanhola, que embarcariam em outro voo humanitário de Santa Cruz para a Espanha.

Com o fechamento de fronteiras para conter a propagação do coronavírus, governos de vários países têm organizado voos especiais para repatriar cidadãos isolados no exterior.

O avião da Força Aérea Boliviana levava também suprimentos de ajuda humanitária e amostras de testes de coronavírus que seriam processadas em um laboratório em Santa Cruz, segundo a AFP.

O Conselho de Investigação de Acidentes Aeronáuticos apresentará um relatório sobre as causas do incidente dentro de oito dias.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.