Descrição de chapéu Coronavírus

Espanha reabre fronteiras com Europa e encerra estado de emergência

País quer retomar indústria do turismo e garantir que voltou a ser destino seguro

Madri | Reuters

Passageiros de máscaras e malas de mão chegavam ao principal aeroporto de Madri, e franceses atravessavam a fronteira para comprar álcool e tabaco na manhã deste domingo (21), quando a Espanha abriu suas fronteiras para a maioria dos países europeus e encerrou o estado de emergência imposto devido à Covid-19.

O país agora está aberto para membros de todas as nações da União Europeia, exceto de Portugal, no que deve representar uma volta importante da indústria do turismo espanhola, responsável por mais de 12% da economia.

"Temos que construir a confiança", disse a ministra do Turismo, Reyes Maroto, em uma entrevista na qual ressaltou que a Espanha está pronta para receber visitantes. "Precisamos traduzir aos viajantes, espanhóis e estrangeiros, que o país é um destino seguro."

Homem com máscara caminha no aeroporto de Barajas, em Madri
Homem com máscara caminha no aeroporto de Barajas, em Madri - Pierre-Philippe Marcou/AFP

Turistas britânicos vão poder entrar no país sem necessidade de quarentena, anunciou a Espanha no sábado, ainda que continuem precisando cumprir 14 dias de isolamento ao voltarem.

Agora também está permitido aos espanhóis se mover livremente dentro do país, a partir de domingo, e se espera que muitos aproveitem para visitar amigos e familiares. Desde 14 de março, os cidadãos não podiam sair de dentro de suas províncias.

Ainda haverá a necessidade de usar máscaras em público, quando medidas de distanciamento social não puderem ser respeitadas.

No aeroporto internacional de Madri, havia uma sensação de alívio entre os passageiros, muitos dos quais viajavam para rever pessoas queridas depois de meses.

"Minha situação é um pouco complicada, porque minha mulher mora na Itália e eu na Espanha", diz Alberto Bos, que voaria para Milão. "Não nos vemos há quatro meses."

Todos os passageiros terão suas temperaturas checadas, precisarão enviar informações sobre de onde vêm e informarão onde podem ser encontrados na Espanha, caso precisem ser rastreados. Há marcações no chão do aeroporto para garantir que os passageiros mantenham distâncias seguras.

A pedido de Lisboa, a fronteira com Portugal reabre mais tarde, em 1o de julho.

A Espanha registrou mais de 245 mil casos de coronavírus e mais de 28 mil mortes e, nas últimas semanas, está afrouxando as restrições de isolamento.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.