Descrição de chapéu Coronavírus

Disney reabre sob novo recorde de casos de Covid-19 nos Estados Unidos

Foram 69 mil novos registros na sexta; parques em Orlando, na Flórida, retomam atividades

Miami | Reuters

Pelo terceiro dia seguido, os Estados Unidos bateram o recorde de novos casos diários de coronavírus: foram 69 mil registros na sexta (10).

Mesmo assim, os parques da Disney em Orlando, na Flórida, um dos estados mais afetados, mantiveram seus planos de reabertura para este sábado (11).

A pandemia tem se espalhado pelo sul e oeste do país nas últimas semanas, enquanto a região de Nova York, a mais atingida no início do surto, dá sinais de recuperação.

Nove estados tiveram seus recordes de casos na sexta: Alasca, Geórgia, Idaho, Iowa, Louisiana, Montana, Ohio, Utah e Wisconsin.

Casal aguarda para entrar em parque da Disney em Anaheim, na Califórnia; centro de diversão reabriu na quinta (9), pela primeira vez desde março - Robyn Beck -9.jul.2020/AFP

No Texas, o governador republicano Greg Abbott alertou que pode ter de impor novas restrições caso o estado não consiga conter a alta de casos e as hospitalizações recordes.

A Disney informou que os parques temáticos de Orlando abriram no sábado para um número limitado de convidados que, assim como os funcionários dos locais, deveriam usar máscaras e passar por checagens de temperatura.

Entre as medidas também estão barreiras de acrílico separando as filas de entrada nos brinquedos e marcações no chão indicando onde as pessoas devem ficar.

Segundo executivos da empresa, a reabertura de parques na Ásia ajudou a formular medidas de segurança para a Flórida.

Na reabertura, os stormtroopers, soldados da saga "Star Wars", eram vistos cobrando o uso de máscaras, e o personagem Mickey Mouse acenava a distância.

Contudo, o parque cancelou desfiles, fogos de artifício e eventos que normalmente atraem multidões.

Aproximadamente 19 mil pessoas, incluindo alguns trabalhadores de parques temáticos, assinaram uma petição solicitando à Disney que adiasse a reabertura.

A Flórida continua entre os estados com os piores panoramas para o vírus no país: neste mês, registrou repetidamente mais novos casos diários do que qualquer país europeu no auge de seus surtos.

Na quinta (9), contabilizou um recorde de 120 mortes e acrescentou outras 92 na sexta. Foram 11.433 novos casos de coronavírus na sexta e quase 7.000 hospitalizações.

Cerca de 50 hospitais na Flórida relataram que suas unidades de terapia intensiva estavam cheias.

O governador do estado, o republicano Ron DeSantis, disse que receberia mais de 17 mil frascos do remédio antiviral remdesivir do governo. "Isso será algo que esperamos ajudar a melhorar os resultados dos pacientes." Não há estudos conclusivos sobre a eficácia do remédio no combate à Covid-19.

O presidente Donald Trump viajou para a Flórida na sexta para um evento no Comando Sul das Forças Armadas e para uma campanha de arrecadação de fundos.

Ele conversou com autoridades estaduais e locais e também com representantes de sindicatos de professores sobre a reabertura de escolas. Os EUA são o país mais afetado pela pandemia no mundo, com mais de 3 milhões de infectados e 134 mil mortos.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.