Descrição de chapéu Caixin China

Folha começa a publicar reportagens do Caixin, veículo chinês especializado em economia

Um dos principais na cobertura de economia e finanças no país, grupo revelou desvios empresariais e a eclosão do coronavírus em Wuhan

São Paulo

A Folha passa a contar com os textos do Caixin, de Pequim, um dos principais veículos chineses na cobertura de economia. Ele vem se juntar a publicações como The Wall Street Journal, de Nova York, e Financial Times, de Londres, com os quais o jornal já mantém acordos de reprodução.

O grupo Caixin Media edita os sites de mesmo nome, em chinês e inglês, além de uma revista semanal, e produz índices como o Caixin PMI (de Purchasing Managers' Index, Índice de Gestores de Compras), um dos termômetros da economia da China.

Li Xin, diretor-executivo do grupo, diz que "os leitores das plataformas da Folha terão uma imagem autêntica, abrangente e nuançada dos negócios e finanças da China", que apresentam um "cenário em rápida mudança".

A homepage do Caixinglobal.com, um dos principais veículos chineses na cobertura de economia - Reprodução


O acordo entre os dois grupos é de troca de conteúdo. Para Li, "a colaboração permitirá que os leitores locais e globais, interessados na economia e nos negócios dos dois países, tenham conhecimento e insights aprofundados".

Além da cobertura econômica e financeira cotidiana, o Caixin se firmou na última década pelas reportagens reveladoras sobre temas como o coronavírus em Wuhan, desde meados de janeiro, e sobre desvios nas empresas mais poderosas da China.

A fundadora e publisher Hu Shuli, que é professora de jornalismo nas universidades Renmin (Pequim) e Sun Yat-sen (Guangzhou), já foi perfilada pelas revistas The New Yorker e The Economist, chamada de "anjo vingador" e "a mulher mais perigosa" da China.

Além dos três veículos econômicos, a Folha veicula conteúdo do jornal americano The New York Times, do português Diário de Notícias (Global Media) e do chileno La Tercera, mais os serviços mundiais da BBC (Reino Unido), Deutsche Welle (Alemanha) e RFI (França).

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.