Homem no Texas acha que Covid-19 é mentira, vai a 'festa do corona' e morre

Informação foi divulgada pelo hospital em San Antonio que recebeu paciente

Nova York | AFP

Um americano de cerca de 30 anos que afirmava acreditar que o coronavírus era uma mentira morreu no Texas, nos EUA, em decorrência da doença, segundo o Hospital Metodista de San Antonio.

O homem partipou de uma "festa do coronavírus", na qual havia uma pessoa contaminada, para testar se o vírus era real, de acordo com Jane Appleby, médica-chefe do hospital onde ele morreu. ​

Funcionário chega ao Hospital Metodista em San Atonio, no Texas
Funcionário chega ao Hospital Metodista em San Atonio, no Texas - Christopher Lee - 28.jun.20/The New York Times

Antes de morrer, segundo Appleby, o paciente disse à enfermeira que o atendia: "Acho que cometi um erro". "Ele achava que a doença era uma fraude. Achou que, como era jovem, não seria afetado", afirmou a médica, para quem os pacientes jovens não costumam se dar conta do quão doentes estão.

"Eles realmente não parecem doentes. Mas quando você checa seus níveis de oxigênio e testes laboratoriais, vê que estão mais doentes do que aparentam."

Appleby não disse quando a festa aconteceu, quantas pessoas compareceram ou quanto tempo após o evento o homem foi hospitalizado com a Covid-19. O paciente também não foi publicamente identificado.

A médica afirma que divulgou a história para alertar outras pessoas, em especial no Texas, um dos estados americanos com casos crescentes de coronavírus.

Segundo uma base de dados do New York Times, havia 8.332 novos casos confirmados de coronavírus no Texas neste sábado (11). Mais de 258 mil infecções e mais de 3.200 mortes foram registradas no estado até agora.

Também de acordo com o jornal americano, houve relatos no Alabama de que estudantes estariam fazendo reuniões para então apostar quem seria infectado —o vencedor levaria um prêmio em dinheiro.

As autoridades sanitárias nunca confirmaram se esse tipo de evento realmente aconteceu.

Os EUA bateram o recorde de novos casos de coronavírus por dia, com mais de 69 mil casos confirmados na sexta (10). O país é o mais afetado pela pandemia no mundo, com mais de 3 milhões de infectados e 134 mil mortos.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.