Maior bomba da 2ª Guerra encontrada na Polônia explode enquanto é desativada

Mergulhadores estavam fora de zona de perigo quando artefato de 5 toneladas detonou

Varsóvia | Reuters e AFP

A maior bomba da Segunda Guerra Mundial já encontrada na Polônia explodiu debaixo da água nesta terça-feira (13), enquanto mergulhadores da Marinha tentavam desativá-la.

Mais de 750 pessoas foram evacuadas da área próxima ao canal Piast, perto da cidade de Swinoujscie, onde a bomba Tallboy usada pela Força Aérea britânica foi encontrada. O artefato pesava quase 5.400 kg, incluindo 2.400 kg de explosivos.

"O processo de deflagração se tornou uma detonação. O objeto pode ser considerado neutralizado, e não representa mais uma ameaça", disse o segundo-tenente Grzegorz Lewandowski, porta-voz da 8ª Flotilha de Defesa da Costa, em declaração à agência estatal PAP.

Detalhe de vídeo mostra explosão da bomba Tallboy no canal Piast, próximo à cidade de Swinoujscie
Detalhe de vídeo mostra explosão da bomba Tallboy no canal Piast, próximo à cidade de Swinoujscie - 13.out.20/AFP

Segundo o militar, todos os mergulhadores estavam fora da zona de perigo no momento da explosão.

Por razões de segurança, os responsáveis pela desativação descartaram desde o início o método tradicional de detonação —o mais frequente e também o mais violento—, muito temido no caso de uma bomba de 6 metros de comprimento.

Os especialistas apostaram no procedimento de deflagração, que consiste em uma combustão da carga explosiva a uma temperatura abaixo do limiar de detonação.

O artefato estava a 12 metros de profundidade sob as águas do canal, perto de casas e infraestruturas importantes. Um porta-voz do prefeito da cidade disse à PAP que não houve feridos e que nenhuma estrutura foi danificada.

O canal Piast conecta o mar Báltico com o rio Oder, na fronteira entre a Polônia e a Alemanha. A bomba foi lançada pela Força Aérea britânica em 1945 durante um ataque ao cruzador alemão Lützow.

Em 16 de abril daquele ano, o Reino Unido enviou 18 bombardeiros Lancaster da Divisão 617 estacionada em Woodhall Spa, a 225 km de Londres, com destino a Swinoujscie, onde estava a embarcação.

No total, 12 Tallboys foram lançadas contra o Lützow, entre as quais a que não explodiu.

Swinoujscie foi, durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial, uma das bases mais importantes da Marinha alemã no Báltico, lembra o historiador Piotr Laskowski, autor de um livro sobre o ataque da Força Aérea britânica contra o destróier alemão, então ancorado em um canal na cidade.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.