Príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth, é internado em hospital no Reino Unido

Com 99 anos, ele teve mal-estar e deve permanecer alguns dias sob observação

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Londres | Reuters

O príncipe Philip, 99, do Reino Unido, foi internado em um hospital na terça (16), como medida de precaução após um mal-estar —oficialmente, sem relação com a Covid-19.

Marido da rainha Elizabeth 2ª, Philip entrou andando no hospital Rei Eduardo 7º, em Londres, segundo uma fonte da família real ouvida pela agência Reuters.

O príncipe Philip, durante cerimônia no Castelo de Windsor, em julho de 2020 - Adrian Dennis/Reuters

"A admissão do duque [de Edimburgo, título oficial de Philip] é uma medida de precaução, aconselhada por seu médico, depois que ele se sentiu mal", disse o Palácio de Buckingham, em comunicado. "A expectativa é que ele permaneça alguns dias no hospital, para observação e repouso."

A rainha Elizabeth, 94, permanece no castelo de Windsor, nos arredores de Londres, onde o casal se instalou durante a pandemia. Os dois receberam vacinas contra o coronavírus em janeiro.

Nascido na Grécia e ex-militar da Marinha, Philip se casou com Elizabeth em 1947, cinco anos antes de ela assumir o trono. Atualmente, ele faz poucas aparições públicas —em 2017, anunciou que deixaria de comparecer a eventos oficiais como representante da família real britânica. Ao longo de sua vida, ele esteve em mais de 22 mil cerimônias sem a rainha, e milhares de outras ao lado dela.

O príncipe, que fará 100 anos em junho, foi internado diversas vezes nos últimos anos. Em janeiro de 2019, ele bateu o carro ao dirigir, em um acidente que deixou apenas ferimentos leves.

Durante a pandemia, a família real tem visitado hospitais e falado com funcionários da saúde, tanto de modo presencial quanto virtual.

A internação de Philip ocorre poucos dias depois do anúncio de que ele será bisavô novamente. No domingo (14), o príncipe Harry e sua mulher, Meghan Markle, revelaram que esperam o segundo filho.

​Em 2020, o casal renunciou às funções reais e passou a viver na Califórnia, nos Estados Unidos.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.