Descrição de chapéu clima

Veja o que disseram líderes mundiais na Cúpula do Clima

Chefes de Estado ressaltaram urgência da agenda climática e aproveitaram para abordar outros temas

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O primeiro dia da Cúpula de Líderes sobre o Clima, convocada pelo presidente americano Joe Biden, começou nesta quinta (22) com chefes de Estado em discursos virtuais sobre a crise ambiental e com promessas de redução dos gases que geram o efeito-estufa.

Telão mostra líderes durante Cúpula do Clima, convocada por Joe Biden
Telão mostra líderes durante Cúpula do Clima, convocada por Joe Biden - Brendan Smialowski/AFP

Em uma demonstração da importância que Biden dá ao papel de sua vice, Kamala Harris fez uma breve fala antes do mandatário americano.

As comunidades mais fortemente atingidas pela mudança climática são as mesmas prejudicadas por desigualdade de renda e de gênero, poluição do ar e muito mais. Essa verdade é válida ao redor do globo

Kamala Harris

vice-presidente dos EUA

E essa cúpula é o nosso primeiro passo na estrada que viajaremos juntos —se Deus quiser, todos nós— para e através de Glasgow em novembro e a Conferência do Clima da ONU —a Conferência da Mudança Climática— para colocar nosso mundo no caminho para um futuro seguro, próspero e sustentável. A saúde das nossas comunidades ao redor do mundo depende disso. O bem-estar de nossos trabalhadores depende disso. A força das nossas economias depende disso

Joe Biden

presidente dos EUA

Mandatários latino-americanos aproveitaram seu tempo de fala para, além do tema principal, abordar assuntos sensíveis em seus países.

O fenômeno migratório, como todos sabemos, não é resolvido com medidas coercitivas e sim com justiça e bem-estar

Andrés Manuel López Obrador

presidente do México

Em relação aos fenômenos de endividamento irresponsável gerados antes da pandemia e agravados pela presença deste vírus, é necessária uma maior flexibilização de prazo, taxas e condições

Alberto Fernández

presidente da Argentina

O presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, também abordou a questão da ajuda internacional, mas falou especificamente sobre empréstimos relacionados ao combate à mudança climática.

A ajuda para a mudança climática deveria ser fornecida separadamente e não fazer parte de uma assistência convencional de desenvolvimento. Quando concedida em forma de empréstimo, o peso da dívida sobre países em desenvolvimento é agravado

Cyril Ramaphosa

presidente da África do Sul

Já os líderes europeus se dividiram entre elogios à iniciativa do presidente americano e a urgência do tema.

É uma tarefa hercúlea, porque não é uma transformação completa

Angela Merkel

primeira-ministra da Alemanha, sobre a liderança de Biden na discussão climática

Não se trata apenas de uma promessa cara e politicamente correta [...] É sobre crescimento e empregos e o presidente [Biden] estava absolutamente correto em sublinhar isso. Eu quero deixá-los com o pensamento que podemos sair melhores dessa pandemia em uma retomada mais verde

Boris Johnson

primeiro-ministro britânico, sobre meta americana de redução de emissões em 50%

Precisamos agir mais rapidamente para implementar os compromissos para 2030. Um plano de ação que seja claro, mensurável e verificável. Basicamente, 2030 é o novo 2050

Emmanuel Macron

presidente da França

É quase tarde demais, mas devemos começar agora. [...] O carbono deve ter seu preço, porque a natureza não pode mais pagar o preço

Ursula von der Leyen

presidente da Comissão Europeia

A necessidade de lidar imediatamente com a mudança climática também esteve na fala do português António Guterres, secretário-geral da ONU.

Estamos à beira do abismo. [...] Precisamos de um planeta verde, mas o mundo está em alerta vermelho

António Guterres

secretário-geral da ONU

Os asiáticos foram na mesma linha dos europeus sobre a urgência do tema, com um reforço da importância econômica da agenda ambiental.

Montanhas verdes são montanhas de ouro. Proteger o ambiente é proteger a produtividade, e melhorar o ambiente significa acelerar a produtividade. A verdade é simples assim

Xi Jinping

dirigente da China

Hoje, eu quero enfatizar a importância da mudança no estilo de vida para a ação climática. Estilos de vidas sustentáveis, filosofias orientadoras e volta ao básico devem ser uma importante característica da nossa economia na era pós-Covid

Narendra Modi

primeiro-ministro da Índia

Lutar contra o aquecimento global não é mais um constrangimento, mas uma força motora das economias globais

Yoshihide Suga

premiê do Japão

A cúpula teve ainda uma sessão destinada à discussão econômica das soluções climáticas, com a participação de líderes do Fundo Monetário Internacional e da Nova Zelândia.

Usamos essa cúpula para pedir a outros que sigam a liderança da Nova Zelândia e façam as seguintes coisas: precificar carbono, tornar obrigatórias as divulgações financeiras relacionadas ao clima, encerrar subsídios a combustíveis fósseis e financiar a adaptação. [...] Agora é tempo de agirmos

Jacinda Ardern

primeira-ministra da Nova Zelândia

Devido à urgência da ação, propomos um preço mínimo internacional de carbono entre os grandes emissores, como o G20. Focar um preço mínimo de carbono entre um pequeno grupo de grandes emissores poderia facilitar um acordo que cubra até 80% das emissões globais

Kristalina Georgieva

diretora-gerente do FMI

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.